Presidente do Sport explica formatação da negociação de Rafael e compara com venda milionária do Vitória

O lateral-direito foi vendido para a Ferroviária-SP e será cedido por empréstimo ao Cruzeiro

SPORT
Presidente do Sport explica formatação da negociação de Rafael e compara com venda milionária do Vitória

Milton Bivar, presidente do Sport, revelou que existem outros jogadores emprestados no mesmo molde de Rafael. - Foto: JC Imagem

Pedro Alves | Twitter: @PedroAlvesn99

A torcida do Sport ainda questiona a venda do lateral-direito Rafael para a Ferroviária-SP e o empréstimo para o Cruzeiro. A diretoria do clube até se posicionou sobre o assunto, mas ainda assim deixou várias dúvidas no ar. Principalmente, quanto aos valores envolvidos na negociação, que não foram revelados.

De acordo com a nota oficial do Sport, Rafael já tinha sido negociado em junho e teria que chegar no novo clube em março de 2021. No entanto, o jogador será cedido por empréstimo para o Cruzeiro, como forma garantir o recebimento total dos valores da transferência.

Ainda assim, a torcida continua questionando a fórmula da venda feita pela atual gestão e em entrevista para Ralph de Carvalho da Rádio Jornal, o presidente do Sport, Milton Bivar, colocou seu ponto de vista e detalhou toda a negociação.

OUÇA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA:

“Essa transação eu considero da seguinte forma: a partir do momento em que você faz você faz um negócio com um time que tem o poder de venda quatro vezes maior do que o seu e você fica com 40%, significa que essa quantidade é maior do que o 100% que você tinha. Por exemplo, se você tinha um jogador que seria vendido por R$ 1 ou 2 milhões e se ele veste a camisa do Flamengo, ele pode ir para R$ 30 ou 40 milhões. Na hora que você põe os 40% você fica com R$ 12 milhões”, disse o presidente.

Em um cenário semelhante ao traçado pelo Sport com o jogador Rafael, o Vitória-BA conseguiu lucrar em cima da joia Diego Rosa, de 17 anos, que estava emprestado ao Grêmio. O jogador foi vendido para o grupo City (que envolve  o Manchester City e equipes parceiras) por um montante que pode chegar até 23,5 milhões de euros (R$ 164,395 milhões na cotação atual) sendo 30% do valor (R$ 43,3 milhões) do Vitória.

Outras situações

Além de Rafael, o Sport tem alguns jogadores que já estão emprestados a outros clubes nos mesmos moldes da negociação com a Ferroviária e Cruzeiro. Como são os casos, por exemplo, de Kawe e Riquelme, dois jogadores do sub-15 do Sport, que estão no Flamengo, entre alguns outros nomes como o do mais conhecido da torcida, Mikael, que está no Confiança.

“Neste momento temos três jogadores no Flamengo, de 15 anos, que vão para lá e tem um bom tratamento, vão ter um acompanhamento dos seus familiares, são jogadores que vão participar de campeonatos internacionais e certamente vão dar frutos. Tem um no São Paulo, na Tombense, temos o Mikael que está muito bem no Confiança, temos outro que liberei ontem indo para o Athletico-PR. É torcer para que esses meninos deem certo. Ainda temos uma meia dúzia tudo em negociação como equipe feito o Palmeiras, Fluminense e Atlético-MG. É rezar para que esses meninos deem certo para que em um futuro próximo a gente possa ter resultados financeiros”, detalhou Milton que finalizou lembrando da negociação, junto ao próprio Cruzeiro, com o volante Jadson.

“O que acontece é que apareceu a oportunidade e, devido ao nosso conhecimento, isso começou com dois jogadores. O Jadson, que teve uma parte do percentual econômico dele foi vendido ao Cruzeiro e esse dinheiro foi muito bem vindo, chegou a pagar folha, e nós ficamos com 40% do atleta”, encerrou.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.