"Tempo de transição" é o motivo de Milton Bivar antecipar as eleições no Sport

A ideia do presidente rubro-negro é que o novo mandatário tenha tempo para se aprofundar na realidade do clube

SPORT

Milton Bivar, presidente do Sport, concedeu entrevista para a Rádio Jornal - Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife

Pedro Alves | Twitter: @PedroAlvesn99

O Sport segue estudando a possibilidade de antecipar as eleições do clube de dezembro para novembro. A ideia partiu do próprio presidente do clube, Milton Bivar, e está sendo discutido com o conselho deliberativo. Uma comissão está sendo criada para fazer uma proposta e iniciar o processo o mais rápido possível.

“Isso tá entregue ao presidente do Conselho Deliberativo Fernando Pessoa e ao vice Ricardo de Sá Leitão. O nosso vice-presidente Manolo também tomou conhecimento e a coisa é factível. Até em função desse momento de exceção que estamos vivendo. É um momento diferenciado e que provocou  o prolongamento da Série A até o final de fevereiro. Isso que estamos fazendo já é previsto na reforma estatutária nossa”, disse Milton Bivar, em entrevista para Ralph de Carvalho.

OUÇA A ENTREVISTA:

De acordo com informações apuradas pela reportagem, está sendo organizada uma assembleia online para discutir o processo.

Tempo para trabalhar

Milton Bivar também explicou o motivo de antecipar a eleição. De acordo com o mandatário rubro-negro os presidentes que assumiram o cargo no Sport nos últimos anos acabaram tendo pouco tempo para se aprofundar nos acontecimentos do clube e planejar a melhor estratégia para a temporada. Isso porque as eleições no Sport aconteciam na segunda quinzena de dezembro, com o candidato eleito iniciando no cargo no dia 1 de janeiro.

“Sempre foi muito difícil para os gestores que assumiram o clube após uma eleição. Normalmente a eleição é feita na segunda quinzena de dezembro com o eleito assumindo em janeiro. Onde começa os estaduais, Copa do Nordeste e Copa do Brasil, começam muito cedo e não da tempo dos jogadores se preparem apropriadamente. Não tempo de se preparar como e com essa antecipação (das eleições) é salutar para o próximos gestores que irão assumir o clube. Eles vão ter tempo de fazer uma transição. É importante que seja uma coisa conversada e democrática que não seja tão abrupta como foram nos últimos anos .Você senta na cadeira e você não sabe o tamanho do negócio, onde se encontram os problemas, o que tem que receber a apagar e é importante saber das coisas. E também a parte do futebol, a parte dos contratos, os jogadores que podem permanecer para o ano seguinte. E esse um mês de antecedência é importante que seja aprovado para ser uma coisa salutar para o clube”, afirmou o presidente.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.