Presidente do Conselho Deliberativo diz que eleições do Santa Cruz não vão ser antecipadas

Paulo Borba confirmou também que nenhuma chapa foi apresentada até o momento

SANTA CRUZ
Presidente do Conselho Deliberativo diz que eleições do Santa Cruz não vão ser antecipadas

Eleições no Santa Cruz seguem em dezembro. - Foto: Léo Motta/JC Imagem

Lucas Holanda | Pedro Alves

As eleições para presidente do Sport devem ser antecipadas para novembro. No entanto, isso não vai acontecer com o Santa Cruz. Em entrevista ao narrador Alexandre Costa, da Rádio Jornal, o presidente do Conselho Deliberativo do Tricolor, Paulo Borba, afirmou que o pleito segue na segunda quinzena de dezembro, como esperado. Além disso, o gestor também disse que nenhuma chapa foi registrada até aqui e avaliou o trabalho do executivo.

“Quanto as eleições do Santa Cruz, ela segue seu ritmo normal. Até agora não houve nada que pudesse antecipar o nosso pleito. Conforme o nosso estatuto ela deverá ser realizada na segunda quinzena de dezembro”, afirmou Paulo Borba, que completa destacando que ainda não há nenhum grupo de candidatura. “Pelo estatuto do Santa Cruz, o clube faz um edital de convocação de cinco dias corridos para as chapas serem registradas. Como ainda não foi feito nenhum edital, não temos chapa nem de situação e nem de oposição. Essa é a situação de momento”, afirmou o gestor.

Ouça a entrevista na íntegra:

Como a Série C só termina em janeiro, é bem provável que o torcedor do Santa Cruz escolha o próximo presidente sem saber se o time subiu ou permaneceu na divisão. Segundo Paulo Borba,é normal que exista uma influência do resultado no pleito do clube. “Qualquer resultado que o futebol tenha influência na eleição. Se ele for positivo ele prevalece uma linha mais favorável para a situação. Se for negativo (favorece) ao lado contrario”, afirmou Paulo Borba, que completa destacando que a pandemia influenciou no planejamento das eleições e também no debate sobre o estatuto do clube.

“Por conta da pandemia, o mundo todo teve seu planejamento financeiro quebrado e assim ocorreu com o futebol brasileiro. As equipes que até setembro já tinham sua vida definida, isso foi quebrado com a pandemia. Tínhamos o planejamento para discutirmos eleição e estatuo nos últimos três meses do ano, mas isso foi quebrado pela pandemia que colocou tudo de cabeça para baixo. Ratifico minha ideia de que o clube deve subir esse ano. O time está encaixado e, com a chegada de Martelotte, será muito bom para o clube. Acho que a gente sobe”, afirmou Paulo Borba.

O gestor também aproveitou para avaliar o trabalho do Executivo do Santa Cruz. De acordo com ele, o Conselho e o Executivo possuem uma linha direta, destacando que todos estão unidos para colocar o Santa Cruz na Série B. “É importante essa avaliação do Conselho Deliberativo. Eles têm uma linha direto conosco. O Conselho tem sido importante para o clube e, além disso, também tem sido um dos maiores patrocinadores do clube. A gente está unido para conseguir o acesso à Série B e dar esse presente para a torcida coral e começar o 201 com o pé direito. E o novo presidente comandar o clube na Série B”, explicou Paulo Borba.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.