Candidato da oposição do Sport se posiciona sobre disputa das eleições

Eduardo Carvalho destacou o que lhe motiva a sair como candidato e revelou apoio de rubro-negros

SPORT
Candidato da oposição do Sport se posiciona sobre disputa das eleições

As eleições no Sport acontecem em novembro. - Foto: SÉRGIO BERNARDO/JC IMAGEM

Pedro Alves | Twitter: @PedroAlvesn99

Na última quarta-feira (23), o ex-presidente histórico do Sport, Jarbas Guimarães se posicionou apoiando o nome de um candidato ao cargo máximo do clube. Nesta quinta-feira (24), foi a vez da oposição propor suas ideias, em entrevista para Ralph de Carvalho, na Rádio Jornal.

Líder da chapa Razão para Viver, o candidato Eduardo Carvalho falou o motivo de querer sair como uma opção para o cargo de mandatário rubro-negro. “O que leva a gente a fazer isso, segundo a minha mulher, é loucura. Mas na realidade é paixão, é amor. A gente entende que uma instituição como o Sport Club do Recife tem um papel fundamental, não só no cenário do futebol nacional, mas também na sociedade Pernambucana. Não podemos perder de vista esse compromisso com os rubro-negros de tratar bem que a gente ama que é o Sport. o que nos move é a emoção, é o amor pelo Sport club do Recife”, disse.

OUÇA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA:

De acordo com Jarbas Vasconcelos, o nome de Antônio Júnior é apoiado de forma unânime pelos os ex-presidentes do clube e da turma mais jovem que estão surgindo no Sport. Situação que, teoricamente, tiraria força da oposição liderada por Eduardo Carvalho, que revelou apoio de outras pessoas.

“Quem me acompanha são os rubro-negros. Eu sou de uma linha de antecedentes de que o Sport não tem dono. Foi isso que nos motivou na última campanha a sairmos com a candidatura debatida por pessoas e rubro-negros que entendem que o Sport não pode ter dono. Eu tenho todo respeito e carinho pelo os ex-presidentes, me dou bem como eles, mas me permito divergir e que o futuro do Sport seja sempre passado por uma mão, que passa para uma outra e volta para mãos conhecidas, acertada numa confraternização sem se quer apresente um plano, que é o que vem acontecendo. A atual gestão contou com o apoio dos cardeais da Ilha e tá dando no que deu”, completou.

Podcast

O quarto episódio do podcast na Cara do Gol debateu sobre a possibilidade de liberação de 30% do público nos estádios, a chegada de Thiago Neves em um Sport consolidado taticamente, desde a chegada de Jair Ventura, a importância da mensagem passada pelo Náutico no lançamento da nova camisa e os dois meses sem gols dos centroavantes do Santa Cruz, além de escolher os destaques da rodada. O podcast também é transmitido ao vivo, no YouTube, todas as segundas-feiras, às 15h15.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.