Após estreia com assistência, Perí projeta evolução no Santa Cruz: “Podemos melhorar sempre”

Lateral estreou no empate contra a Jacuipense

SANTA CRUZ
Após estreia com assistência, Perí projeta evolução no Santa Cruz: “Podemos melhorar sempre”

Perí foi contratado para suprir uma carência na lateral esquerda do Santa Cruz. - Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

Lourenço Gadêlha | Pedro Alves

Contratado para suprir a carência na lateral-esquerda do Santa Cruz, que não possuía jogador de origem, Perí estreou com a camisa Coral no empate em 3 a 3 contra o Jacuipense, na última segunda-feira, pela 8ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. Em entrevista coletiva, o defensor festejou a assistência para o gol de Mayco Félix, mas declarou ser um jogador “autocrítico”, salientando a importância de procurar evoluir no Tricolor do Arruda. 

“Fico feliz pela assistência, mas eu sou muito autocrítico. Então me cobro muito e os companheiros, mas principalmente de mim mesmo. Até quando fazemos uma boa partida e ganhamos os jogos, eu sempre verifico para ver se faltou alguma coisa. Acho que sempre falta algo a mais. Podemos melhorar sempre, jogo a jogo, nos treinamentos. Fico feliz pela assistência, mas com o pensamento que podemos melhorar sempre”, avaliou. 

De acordo com o lateral-esquerdo, um dos pontos de sua autocrítica é a parte física. Antes do Santa Cruz, Perí havia atuado apenas em 45 minutos no seu último clube. Por isso, o atleta reconheceu a dificuldade que teve na partida de estreia. “Eu sabia que ia sentir um pouco de dificuldade (parte física). Espero sempre melhorar. A estreia não foi das melhores, mas a gente espera evoluir nos treinamentos e principalmente nos jogos. Espero que na próxima rodada já possa ser melhor e que eu possa estar mais leve, mais solto e que a equipe possa concluir melhor as jogadas”, afirmou Perí, que também destacou a partida complicada diante do Jacuipense. 

“Foi um jogo difícil, nós sabíamos da dificuldade. Difícil também pela qualidade do adversário. Particularmente difícil pelo tempo que vinha sem jogar, com pouco ritmo e sem conhecer bem a equipe ainda. Preciso ainda conhecer o estilo de jogo de cada jogador, principalmente nos jogos, que é diferente dos treinos”, concluiu.

Veja os gols do empate contra o Jacuipense:

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.