Nos últimos 31 jogos de Série A pelo Sport, Hernane fez apenas 4 gols, sendo três de pênalti

Em 2020, são 30 jogos do atacante somando todas as competições e sete gols marcados

SPORT
Nos últimos 31 jogos de Série A pelo Sport, Hernane fez apenas 4 gols, sendo três de pênalti

Hernane Brocador vem sendo o títular do Sport desde a saída de Elton. - Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife.

Lucas Holanda | Pedro Alves

Pilar do acesso do Sport à Série A em 2019, o atacante Hernane não vive um bom 2020. Titular do Rubro-Negro nas últimas partidas da primeira divisão, o camisa 9 vem sendo bastante questionado pela torcida leonina. Na atual edição da competição, são dois gols (ambos de pênalti) em 15 jogos pelo Leão. Números ruins, mas que se somados ao desempenho do jogador na Série A de 2018 ficam ainda piores. Naquela ocasião, foram dois tentos em 16 jogos pelo clube. Ou seja, nas últimas 31 partidas com a camisa do Sport no torneio, Hernane marcou apenas quatro vezes – sendo três de pênalti.

O primeiro gol de Hernane nesses jogos foi contra o Corinthians, em 2018. Na ocasião, ele converteu o pênalti que abriu o placar na partida – o Sport acabou tomando a virada e perdeu por 2×1. No mesmo jogo, o atacante acabou se contundindo, o que fez ele perder alguns duelos naquela campanha do Sport. No entanto, já recuperado, voltou ao time na reta final do torneio, mas só marcou novamente na última rodada da competição, na vitória leonina por 2×1 diante do Santos, no jogo que marcou o rebaixamento do clube para a Série B. Hernane marcou o segundo gol do jogo, já nos últimos minutos da partida.

Em 2019, na Série B, o atacante foi muito bem, sendo um dos artilheiros da competição com 14 gols. No entanto, até o momento, não vem conseguindo mostrar o mesmo desempenho do ano passado nesta Série A. É bem verdade que ele marcou em dois jogos que o Sport saiu vitorioso, diante de Fluminense e Bahia – de pênalti nas duas ocasiões. Porém, é notório que o camisa 9 não vem bem e está abaixo. Além dos poucos gols, também não vem conseguindo finalizar, além de ter dificuldades para dar prosseguimento em algumas jogadas, sobretudo quando é necessário realizar um pivô ou um domínio mais refinado. Somando todas as competições em 2020, Hernane disputou 30 jogos e marcou sete gols. Foram quatro pelo Pernambucano, um na Copa do Nordeste e os dois na Série A.

JAIR DEFENDE HERNANE

Na última partida diante do Internacional, Hernane atuou apenas no primeiro tempo. Depois de fazer uma etapa inicial bem abaixo, o atacante foi substituído por Leandro Barcia, que é um ponta de origem mas que pode cumprir essa função como um falso 9. Além de Barcia, que entrou muito bem e fez um dos gols do Sport, outro acionado no segundo tempo – mas em menos minutos – foi o centroavante prata da casa Mikael, que num período curto em campo já marcou um gol.

Ao ser questionado após o jogo sobre a má fase do centroavante, o técnico Jair Ventura preferiu minimizar o momento ruim de Hernane, ressaltando que o jogo é coletivo e de que não seria justo analisar uma performance individual numa derrota, sem caça às bruxas ou vilões, e que as escalações do Sport são baseadas na meritocracia e o melhor jogador do momento para enfrentar os adversários. Veja parte da coletiva de Jair Ventura após a derrota do Sport para Internacional através do streaming DAZN.

O próximo compromisso do Sport é neste domingo (18), diante do Bragantino, fora de casa, às 20h30. Com a má fase de Hernane e a resposta de Mikael e Barcia, existe a possibilidade do camisa 9 começar a partida no banco de reservas.

Podcast

Acompanhe o na Cara do Gol, podcast da Rádio Jornal sobre o futebol pernambucano. No episódio desta semana, análise sobre o duelo entre Sport e Internacional. Apresentação de Alexandre Costa, comentários de Lilian Fonseca, Antônio Gabriel e Marcos Leandro.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.