Eleições no Sport

Eleições do Sport: Gustavo Dubeux declara apoio e voto na chapa de Nelo Campos


Gustavo Dubeux também defendeu que as eleições do Sport sejam realizadas em dezembro

Publicado em 10/12/2020 às 12:29
Andre Nery/ Acervo JC Imagem
FOTO: Andre Nery/ Acervo JC Imagem
Leitura:

Na manhã desta quinta-feira, o ex-presidente do Sport Gustavo Dubeux concedeu entrevista ao comentarista Ralph de Carvalho, da Rádio Jornal. No longo papo entre os dois, um dos assuntos debatidos foi sobre as eleições do Leão, agora previstas para o dia 18 de dezembro. Sobre o pleito eleitoral do Rubro-Negro, Dubeux declarou que já tem o seu candidato: Nelo Campos, que encabeça a chapa Sport na Raça. Além disso, o ex-mandatário leonino também reiterou seu desejo de que as eleições aconteçam neste mês, com a justificativa de passar segurança para elenco e funcionários.

"Sou sócio do Cabanga e digo aqui que Delmiro (Gouveia) fez uma excelente gestão como Comodoro do Cabanga. Agora, eu disse a ele que era importante ele conhecer o clube, participar da próxima diretoria para ter conhecimento. No caso da chapa de Nelo Campos, primeiramente ele já transitou no Sport por muito tempo, é conhecedor de futebol, e as pessoas que estão apoiando são pessoas que têm um projeto para o clube de governança, pensando no futuro, de médio a longo prazo, e que eu acho que é o que se apresenta de melhor para o Sport na próxima eleição", explicou Dubeux, que defende as eleições em dezembro.

"Eu acho que é importante decidir esse processo eleitoral. Processo que começou meses atrás com a possibilidade de antecipar o processo eleitoral, mas não aconteceu, e culminou agora nessa situação do dia 18 (de dezembro). Eu acho importante que todos pensem no clube e seria melhor ter a eleição em dezembro, evidentemente que tendo todos os cuidados sanitários. O Sport você tem uma área grande e poderia fazer uma coisa espaçada, de forma que respeitasse os cuidados sanitários. Sendo assim, quem quer que ganhe poderia ajudar a diretoria de futebol a conseguir o grande objetivo que é a manutenção na Primeira Divisão e dar também segurança para os jogadores e funcionários, e não prorrogar isso aqui. O mais importante hoje é assegurar que aconteça eleição para que o plantel não tenha essa insegurança, e que o clube tenha um rumo para o ano de 2021, e se Deus quiser na Primeira Divisão", pontuou.

NÃO ESTÁ NO MOMENTO PARA SER CANDIDATO

Gustavo Dubeux foi presidente do Sport em 2011 e 2012. Conseguiu o acesso à Série A no primeiro ano, mas acabou caindo com o Rubro-Negro no segundo ano de sua gestão. Depois disso, passou em outros cargos do clube durante outras gestões. Questionado do por que não seria candidato para as eleições do Rubro-Negro neste ano, Dubeux afirmou que não está no momento para presidir o clube, mas se colocou à disposição de ajudar qualquer candidato que seja eleito.

"Eu entendo que estou em outro momento. O Sport precisa de renovação. E essa questão de melhoria e modernização do patrimônio do clube, independente do candidato que ganhar, os rubro-negros que gostam do Sport precisam chegar junto para ajudar o futuro presidente a fazer alguma coisa com o nosso patrimônio. Não estou no momento para assumir cargo de presidente de clube, mas estarei à disposição do presidente que ganhar para ajudá-lo, juntamente com outros rubro-negros que querem ver aquele patrimônio modernizado, além de rentável para o clube", pontuou.

Com 25 pontos, o Sport está na 16ª posição da Série A, tendo um ponto de vantagem sob o Vasco, primeiro clube dentro da zona de rebaixamento. Para Dubeux, o Leão tem condições de se manter na elite do futebol brasileiro. Além disso, destacou a importância da definição do pleito para dezembro, tendo uma transição organizada entre a atual gestão e a nova para que não venha atrapalhar o Sport durante a Série A, que só termina em fevereiro.

"Eu acho que o Sport tem toda chance de permanecer na Primeira Divisão. Agora precisa que a gente tenha logo essa definição (das eleições) para tirar essa insegurança de jogadores, funcionários, fazendo uma transição da nova diretoria com a diretoria atual até o fim do campeonato, para que a gente consiga manter a nossa equipe na Primeira Divisão. Eu acredito bastante nisso. O time do Sport não é o dos nossos sonhos, mas também não é o pior da competição. Tem times piores que o nosso. Temos toda a condição para conseguir nosso objetivo", finalizou.

O próximo compromisso do Sport é no domingo (13), diante do Coritiba, na Ilha do Retiro. Um confronto de grande peso para o Rubro-Negro, já que o Coxa está apenas quatro pontos atrás do Leão. Além disso, também é uma oportunidade para voltar a vencer. Nos cinco jogos do returno, o Sport não triunfou nenhum, tendo empatado apenas uma e perdido outras quatro.


Mais Lidas