MUDANÇA DE POSTURA

'Nós jogadores temos a responsabilidade de reverter essa situação e vamos reverter', garante atacante do Santa Cruz


Pipico reconhece que os atletas corais precisam mudar de postura para voltar a vencer e seguir brigando pelo acesso à Série B

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 23/12/2020 às 16:56
Leo Motta/JC Imagem
FOTO: Leo Motta/JC Imagem
Leitura:

Para se manter vivo na busca pelo acesso à Série B, os jogadores do Santa Cruz sabem que precisa mudar de postura e incorporar um espírito mais aguerrido no quadrangular final da Série C. E, essa mudança, precisa acontecer com urgência já no próximo compromisso diante do Ituano, sábado (26), às 19h, no estádio Novelli Júnior, em Itu.

"Nosso time sempre foi unido e focado naquilo que queríamos. E realmente o último jogo foi atípico em relação a tudo que fizemos no ano inteiro. Nós jogadores temos a responsabilidade de reverter essa situação e vamos reverter, porque o nosso grupo tem qualidade e capacidade. Mesmo assim não está sendo suficiente; então, se não está, temos de fazer algo diferente para mudar o quadro. A partir de sábado isso será revertido", garantiu Pipico.

Com o empate do Ituano com o Brusque na última segunda-feira (21), a Cobra Coral segue viva na briga pelo acesso. Mas, pra isso, precisa se superar fora de casa e vencer a equipe paulista. "Acho que o empate nos ajudou muito. Mas acho que a gente precisa fazer nossa parte, que é vencer. Se eles (Ituano) estão pensando em dar 100%, temos de dar 1000% para sair de lá com os três pontos e igualar a pontuação com os times da parte de cima da tabela", frisou o centroavante coral.

SUPERAÇÃO

Apesar da necessidade de conquistar os três pontos, Pipico sabe que vencer o líder do grupo não será tarefa fácil. "Acompanhamos o último jogo deles contra o Brusque e sabemos os pontos fortes e fracos deles. Estamos trabalhando em cima disso. O professor também está nos passando tudo aquilo que viu e estamos treinando bem focado nesse jogo. Tenho certeza que vamos fazer uma partida muito boa e mostrar realmente do que somos capazes. Vamos resgatar o que fizemos lá atrás para chegar mais forte", declarou.


Mais Lidas