SÉRIE C

Com um a menos e no sufoco, Santa Cruz segura empate com o Ituano e perde chance de assumir liderança


Após sair na frente do placar, o Tricolor acabou perdendo Bileu, expulso ainda no primeiro tempo, e sofreu para segurar o 1x1 com a equipe paulista

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 03/01/2021 às 19:58
Alexandre Gondim/ JC Imagem
FOTO: Alexandre Gondim/ JC Imagem
Leitura:

Foi no sufoco. Depois de abrir o placar e ver Bileu ser expulso ainda no primeiro tempo, o Santa Cruz se defendeu como pôde no segundo tempo, mas não evitou o gol de empate do Ituano, com a partida terminando em 1x1, neste domingo (3), no estádio do Arruda, pela 4ª rodada do quadrangular final da Série C. Didira marcou para o Tricolor, enquanto que André Castro foi o autor do gol dos paulistas.

Com o empate, Santa e Ituano agora somam cinco pontos, mas o rubro-negro paulista ocupa a segunda colocação por ter marcado um gol a mais que os pernambucanos no quadrangular - Brusque lidera o Grupo C, com seis pontos.

A Cobra Coral volta a campo no próximo sábado (9), quando vai até Goiânia encarar o Vila Nova, às 17h, no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, pela 5ª rodada do quadrangular final da Terceirona.

O JOGO

Disposto a ser o primeiro time do Grupo C a vencer como mandante nesse quadrangular final da Série C, o Santa Cruz iniciou o confronto diante do Ituano pressionando o adversário e buscando tomar as rédeas da partida. Logo aos 12 minutos, Didira cobrou escanteio com capricho na cabeça de Danny Morais, que não conseguiu cabecear em cheio e a bola acabou não ganhando a direção do gol.

Com a mesma formação do duelo em Itu, a equipe coral conseguia ter bom domínio no meio de campo e impedia o time paulista de gostar da partida. Sem proporcionar oportunidades de incomodar o goleiro Maycon Cleiton.

Se defensivamente o Santa Cruz estava bem postado, na frente conseguia encontrar espaços cruciais. Como aconteceu aos 23, quando Leonan recebeu passe, disparou pelo corredor esquerdo e cruzou rasteiro para Didira, que mesmo finalizando sem pegar em cheio, a bola acabou morrendo no fundo das redes do Ituano, após desvio na zaga: 1x0.

Bastante confortável na partida, a equipe tricolor só vou ser incomodada pelo Ituano aos 36 minutos, após o meia Eduardo Lopes cobrar escanteio e o zagueiro Léo Santos cabecear com perigo.

Entretanto, o sossego coral acabou aos 41 minutos, quando o volante Bileu recebeu o segundo cartão amarelo e acabou sendo expulso.

Atrás do placar e com um homem a mais, o Ituano voltou para a segunda etapa mais ofensivo e buscando tirar proveito da superioridade numérica. E não demoraria muito para a blitz da equipe paulista começar a funcionar. Logo aos seis, o centroavante Gabriel Taliari recebeu na entrada da área e finalizou com potência, mas Maycon Cleiton conseguiu espalmar e salvar o Santa Cruz.

No minuto seguinte, Corrêa cruza bola na área, William Alves não consegue afastar o perigo e deixa a bola para Gabriel Taliari, que girou finalizando, mas acabou mandando a bola para fora, desperdiçando uma ótima chance para empatar.

Mesmo com os paulistas com bastante posse de bola no segundo tempo, o Santa Cruz conseguiu encaixar a marcação se defendia como podia para evitar o gol de empate do Ituano. Pressão suportada até os 32 minutos, quando Gabriel Taliari cobrou escanteio, Léo Santos cabeceou, a bola desviou em Danny Morais e sobrou limpa para André Castro fuzilar a meta de Maycon Cleiton: 1x1.

No minuto seguinte, quase a virada. Bruno Mota recebeu na entrada da área e, mesmo marcado por dois jogadores do Santa Cruz, achou um passe de letra para Luiz Paulo entrar cara cara com Maycon Cleiton e finalizar para fora. Chance clara desperdiçada.

Completamente acuado, o Tricolor do Arruda torcida para a arbitragem acabar a partida e garantir, ao menos, um ponto. Porém, aos 44 minutos, em um lance totalmente despretensioso, o atacante Lourenço desceu sozinho para o ataque e, mesmo cercado por quatro marcadores, resolveu arriscar de muito longe e acabou acertando o travessão do goleiro Edson.

Mesmo com as chances criadas, a partida terminou empatada em 1x1.

Ficha do jogo

SANTA CRUZ

Maycon Cleiton; Toty, Danny Morais, Willian Alves e Leonan; Bileu, Paulinho (Augusto Potiguar) e Didira (Tinga); Chiquinho (Célio Santos), Victor Rangel (André) e Pipico (Lourenço). Técnico: Marcelo Martelotte.

ITUANO

Edson; Pacheco, Léo Santos, Sueliton e Breno Lopes; Fillipe Soutto, Corrêa (André Castro) e Mateus Criciúma (Marquinho); Gabriel Taliari (Luizinho), Kadu (Luiz Paulo) e Eduardo Lopes (Bruno Mota). Treinador: Vinicius Bergantin.

Local: estádio do Arruda, no Recife (PE).
Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS).
Assistentes: Michael Stanislau (RS) e Andre da Silva Bitencourt (RS).
Gol: Didira, aos 23 minutos do 1º tempo. André Castro, aos 32 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Bileu (STC) e Corrêa (ITU).
Cartão vermelho: Bileu (STC).


Mais Lidas