DE VOLTA

Kieza viaja com delegação do Náutico e fica como opção para jogo contra o Confiança


Centroavante alvirrubro se recuperou de uma lesão grau dois na coxa e foi relacionado para duelo pela Série B

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 03/01/2021 às 18:09
FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
FOTO: FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

Depois de quase um mês, o atacante Kieza volta a ser relacionado pelo Náutico. Através de sua conta pessoal no Instagram, o K9, que está totalmente recuperado de uma lesão grau dois na coxa na posterior da coxa, postou uma foto nos stories junto com o meia Jorge Henrique. Os dois estavam dentro do ônibus que levava a delegação alvirrubra e a localização da postagem era a Orla de Aracaju, local onde o Timbu encara o Confiança, nesta segunda-feira (4), às 20h, no estádio Batistão, no fechamento da 32ª rodada da Série B.

Kieza foi relacionado para a partida contra o Confiança
Kieza foi relacionado para a partida contra o Confiança
Reprodução do Instagram

O último jogo de Kieza foi no dia 10 de dezembro de 2020, na vitória do Náutico por 1x0 em cima do Brasil-RS, no estádio dos Aflitos. De lá para cá, o centroavante alvirrubro ficou de fora de quatro partidas: Botafogo-SP, Chapecoense, Sampaio Corrêa e Cuiabá. O retorno do K9 será providencial, já que o paraguaio Guillermo Paiva não conseguiu renovar com o Timbu e teve retornar para o Olímpia, do Paraguai. Com isso, a única opção que o técnico Hélio dos Anjos tem para fazer a função de centroavante é o próprio Kieza.

OPÇÃO

Apesar disso, devido ao longo período de inatividade e por estar sem ritmo de jogo e sem o condicionamento físico ideal, a tendência é que Kieza inicie o confronto diante do Confiança entre os reservas, só sendo aproveitado por Hélio dos Anjos no decorrer da partida. O Náutico vem de cinco jogos de invencibilidade (três vitórias e dois empates). Caso consiga ampliar a sequência positiva e saia de campo com uma vitória, o Timbu deixa a zona do rebaixamento - lembrando que o time sergipano vem de cinco derrotas consecutivas.


Mais Lidas