SÉRIE A

Sport vence o Fortaleza por 1x0 e se afasta da zona do rebaixamento


Com os três pontos, a equipe rubro-negra saltou para a 14ª colocação da Série A

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 06/01/2021 às 22:27
Alexandre Gondim/ JC Imagem
FOTO: Alexandre Gondim/ JC Imagem
Leitura:

Uma vitória para dar alívio. Apesar disso, o Sport conquistou o resultado positivo em cima do Fortaleza no sufoco. Mesmo saindo na frente do placar logo aos nove minutos do primeiro tempo, os rubro-negros, mais um vez apostaram no recuo das linhas, sendo pressionados até os minutos finais, mas conseguiram segurar o placar de 1x0, nesta quarta-feira (6), na Ilha do Retiro, pela 28ª rodada da Série A.

O autor do único gol da partida foi o meia Thiago Neves. Com a vitória, o Leão da Ilha chegou aos 32 pontos, ultrapassou o Fortaleza na tabela de classificação e agora ocupa a 14ª colocação.

A equipe rubro-negra já volta a campo no sábado (9), quando encara o Palmeiras, às 19h, no estádio da Ilha do Retiro, pela 29ª rodada.

O JOGO

Ao contrário do que fez ao longo do Brasileirão, o Sport largou a postura reativa e já começou o confronto diante do Fortaleza propondo o jogo. Jogando em casa, os rubro-negros estavam cientes da importância de sair de campo com os três pontos para se afastar da zona do rebaixamento e, de quebra, empurrar o tricolor cearense para a parte de baixo da tabela.

A pressão inicial do Leão da Ilha não demoraria a surtir efeito. Logo aos nove minutos, Marquinhos recebeu pela esquerda, pedalou pra cima da marcação do Fortaleza, mas ao invés de partir pra cima, resolveu rolar para trás buscando Thiago Neves, que finalizou de fora da área com precisão para abrir o placar: 1x0.

Na frente do marcador, o Sport buscava jogar com inteligência e sem se expor demais. Mas, ao contrário do que aconteceu em rodadas anteriores, não recuou em demasia. Buscava manter as suas linhas até certo ponto adiantadas para dificultar as chegadas ofensivas do Fortaleza, que precisava sair para o jogo em busca do empate.

Diante dessa dificuldade de achar os espaços, o Fortaleza só conseguiria criar uma boa oportunidade de gol através de uma falha rubro-negra. Aos 26, o Tricolor do Pici buscou chegar ao ataque pela lateral e, após cruzamento, Marquinhos tentou tirar a bola na entrada da área de bicicleta e furou... Gabriel Dias ficou com a sobra e chutou cruzado, rasante, a bola ainda desviou no próprio Marquinhos e passou rente a trave de Luan Polli, saindo em escanteio.

A equipe cearense ainda criaria mais um lance de perigo antes do intervalo. Aos 37, após falta levantada para área, a defesa do Sport afastou inicialmente, mas, no rebote, o atacante Osvaldo emendou um forte chute. Pra sorte rubro-negra, a bola passou raspando a trave direita de Luan Polli.

Na volta para a segunda etapa, os visitantes retornaram da mesma maneira: se lançando ao ataque em busca do seu gol. O Sport, aparentemente, se mostrou sonolento e demorava para entrar no ritmo da partida. Aos três, o Fortaleza já havia levado perigo com o lateral-direito Gabriel Dias.

A pressão imposta pelos comandados de Marcelo Chamusca só aumentava. Aos 22, Ronaldo achou Ederson entre Raul Prata e Maidana, ele invadiu a área e fuzilou para as redes de Luan Polli. Pra sorte rubro-negra, o VAR entrou em ação e acusou impedimento do atacante cearense.

O Sport teve uma grande oportunidade para matar a partida. Aos 39, o argentino Jonatan Gómez fez grande virada de jogo buscando Patric que disparada livre pela direita. O capitão leonino foi em direção à linha de fundo e cruzou a meia altura para Hernane, que se jogou na bola, mas acabou mandando por cima da meta de Felipe Alves.

O Fortaleza não desistia. Mas, mesmo insistindo até os minutos finais, o placar permaneceu inalterado: 1x0.

Ficha do jogo

SPORT

Luan Polli; Raul Prata (Rafael Thyere), Maidana, Adryelson e Júnior Tavares; Marcão, Ronaldo (Betinho) e Thiago Neves (Gómez); Patric, Marquinhos (Sander) e Dalberto (Hernane). Técnico: Jair Ventura.

FORTALEZA

Felipe Alves; Gabriel Dias (Igor Torres), Paulão, Wanderson e Carlinhos; Felipe (Derley), Ronald (Bruno Melo) e João Paulo (Éderson); Romarinho, Osvaldo (Yuri César) e Wellington Paulista. Técnico: Marcelo Chamusca.

Local: Ilha do Retiro, no Recife (PE).
Árbitro: Raphael Claus (SP).
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Neuza Ines Back (SP).
Gol: Thiago Neves, aos 9 minutos do 1º tempo.
Cartões amarelos: Marcão, Ronaldo e Maidana (SPT) e Bruno Melo (FOR).


Mais Lidas