Sport quebra tabu de 22 anos, vence o Internacional no Beira Rio e encaminha permanência na Série A

Equipe leonina derrotou o Colorado por 2x1 e abriu quatro pontos de distância para o Z-4

SÉRIE A
Sport quebra tabu de 22 anos, vence o Internacional no Beira Rio e encaminha permanência na Série A

Sport vence o Internacional e se distancia ainda mais da zona do rebaixamento - Foto: Ricardo Duarte/ Internacional

Filipe Farias | Twitter: @_filipefarias

O Sport se aproxima cada vez mais da permanência na Série A. Mesmo jogando na casa do líder do Brasileirão, os rubro-negros conseguiram surpreender o Internacional e garantir a vitória por 2x1, nesta quarta-feira (10), na Arena Beira Rio, pela 35ª rodada. O Leão não vencia o Colorado em Porto Alegre há 22 anos (a última vitória foi em 1998). Os gols do triunfo leonino foram marcados por Marcão e Dalberto, enquanto que Patrick descontou para os gaúchos.

Mesmo com a vitória, o Sport permanece na 14ª colocação, mas chegou aos 41 pontos e abriu quatro de vantagem para o Vasco, equipe que abre a zona do rebaixamento. O Leão volta a campo na próxima segunda-feira (15), quando recebe o RB Bragantino, às 20h, no estádio da Ilha do Retiro, pela 36ª rodada do Brasileirão.

O JOGO

Como já era esperado, o Sport começou a partida com suas linhas completamente recuadas, esperando o Internacional. Por sua vez, os donos da casa, que brigam pelo título nacional, partia pra cima com bastante intensidade, encurralando o Leão em seu campo defensivo.

Apesar da pressão, a primeira chance de gol do Colorado só saiu aos 15 minutos, quando o lateral-esquerdo Uendel cruzou para Caio Vidal cabecear sozinho, no cantinho, mas a bola acabou saindo pela linha de fundo, com muito perigo.

Bem postado defensivamente, o Leão buscava incomodar o Internacional na base dos contra-ataques, colocando Marquinhos e Dalberto para correrem e, sempre que possível, segurar a bola no campo ofensivo.

Numa dessas arrancadas, aos 25, Marquinhos disparou sozinho e já se preparava para sair cara-cara com Marcelo Lomba, quando acabou sendo agarrado por Uendel na entrada da área. Falta e o lateral colorado acabou sendo expulso.

Com um a mais em campo, os rubro-negros encontravam mais espaço em campo para trabalhar e essa superioridade numérica logo se transformaria em superioridade no placar. Aos 37, Marquinhos deu um passe de calcanhar no meio de campo para Marcão, que recebeu a bola, partiu em disparada, deu uma meia lua no zagueiro Lucas Ribeiro e, na entrada da área, finalizou no canto de Marcelo Lomba para abrir o placar: 1x0.

Mesmo com um a menos e atrás do placar, o Inter conseguiu dar uma resposta imediata. Aos 40, Edenilson cruzou bola buscando Yuri Alberto na entrada da área, que disputou a jogada com Rafael Thyere; na sobra, Patrick finalizou em cheio mandando a bola nas redes, sem chances pra Luan Polli: 1x1.

Como a arbitragem deu seis minutos de acréscimos, o Sport encontrou tempo para os vestiários em vantagem. Aos 49, Patric cruzou bola na área com efeito, Marcelo Lomba pensou que a bola tinha feito a curva por fora e abandonou a jogada... Júnior Tavares vai de encontro com a bola e cruza para Dalberto empurrar pras redes: 2x1.

Na volta da etapa complementar, o time leonino entrou buscando matar a partida nos primeiros minutos. Aos cinco, Sander (entrou na vaga de Marquinhos) foi à linha de fundo e cruzou rasteiro para Thiago Neves que, ao invés de finalizar de canhota, tocou de calcanhar para Dalberto, que ficou sem ângulo para chutar.

A resposta do Internacional foi mais certeira. Aos 18, o garoto Caio Vidal individualizou pela direita, passou pela marcação, entrou na área e chutou de trivela, mandando a bola na trave direita de Luan Polli. Quase gol colorado.

O Sport buscava fazer um jogo seguro, sem se expor e, ao mesmo tempo, administrando o resultado que tinha em mãos. Mesmo com uma postura cautelosa, os comandados de Jair Ventura conseguiam, por vezes, chegar ao ataque. Aos 30, Thiago Neves é lançado pela direita, domina com o peito já fazendo a finta em cima de Cuesta e, da entrada da área, soltou uma bomba mandando a bola no travessão.

Na reta final da partida, os rubro-negros procuraram gastar a bola e cadenciava o jogo com as trocas de passes, evitando que o Internacional encontrasse alguma oportunidade para empatar. Algo que não aconteceu até o apito final e o Sport assegurou a vitória por 2x1.

Ficha do jogo

INTERNACIONAL

Marcelo Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado (Nonato), Edenilson e Patrick (Peglow); Praxedes (Leonardo Borges), Caio Vidal (Abel Hernández) e Yuri Alberto. Técnico: Abel Braga.

SPORT

Luan Polli; Rafael Thyere, Maidana e Adryelson; Patric, Marcão, Betinho (Ronaldo Henrique), Thiago Neves (Ewerthon) e Júnior Tavares (Hernane Brocador); Marquinhos (Sander) e Dalberto (Luciano Juba). Técnico: Jair Ventura.

Local: Arena Beira Rio, em Porto Alegre (RS).
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR).
Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Victor Hugo Imazu dos Santos (ambos do PR).
Gols: Marcão, aos 37; Patrick, aos 40; e Dalberto, aos 49 do 1º tempo.
Cartões amarelos: Patrick (INT) e Patric, Marquinhos e Luan Polli (SPO).
Cartão vermelho: Uendel (INT).

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.