Sport perde para o Athletico-PR na despedida da Série A e fica fora da Sul-Americana

O time leonino foi derrotado por 2x0 e fica de fora da competição continental

BRASILEIRÃO
Sport perde para o Athletico-PR na despedida da Série A e fica fora da Sul-Americana

Sport perde para o Athletico-PR na despedida do Brasileirão e fica de fora da Sul-Americana - Foto: José Tramontin/ Athletico-PR

Rádio Jornal

O Sport se despediu da Série A com uma derrota. O time leonino acabou perdendo para o Athletico-PR por 2x0, nesta quinta-feira (25), na Arena da Baixada, pela 38ª rodada do Brasileirão. Os gols da partida foram marcados por Nikão e Léo Cittadini. Thiago Neves chegou a balançar as redes na etapa complementar, mas seu gol foi anulado pelo VAR, que marcou impedimento.

Com o revés em Curitiba, o Leão acabou caindo para a 15ª colocação e perdeu a vaga na Copa Sul-Americana para o Bahia, que venceu o Santos, subiu para 14º e ficou com a última vaga na competição continental.

O Sport volta a campo no próximo domingo (28), quando encara a equipe do Sampaio Corrêa, às 20h, pela estreia na Copa do Nordeste.

O JOGO

Bastante a vontade jogando na Arena da Baixada, o Athletico-PR não encontrou dificuldade para impor o seu ritmo de jogo diante do Sport. Com poucos minutos de bola rolando, o time paranaense já alugava o campo defensivo do Leão, que mostrava fragilidade da marcação e oferecia espaços para a troca de passes do adversário.

Um erro que custaria caro para o Sport. Logo aos seis minutos, Christian faz lançamento por cima para Renato Kayzer receber dentro da área e escorar de primeira para Nikão, livre, só ter o trabalho de empurrar para dentro da meta leonina: 1x0.

O Furacão conseguia concatenar as jogadas com tranquilidade e, aos poucos, criando oportunidades para ampliar o placar. Aos 20, Carlos Eduardo arrancou pela esquerda e rolou para Jadson livre na entrada da área. O meia dominou e acertou um forte chute, mas não deu direção e mandou a bola no meio do gol, facilitando a defesa de Luan Polli.

Na base dos longos lançamentos, o Sport incomodou o Athletico-PR aos 22, quando Dalberto partiu em disparada, mas antes de fazer a finalização, o goleiro Santos saiu do gol e conseguiu afastar o perigo.

O time paranaense por pouco não amplia o marcador com um gol de placa. Aos 37, Carlos Eduardo fez linda jogada se livrando de quatro jogadores do Sport, sai cara-cara com Luan Polli e dá uma cavadinha... A bola não ganha muita força e dá tempo de Júnior Tavares evitar a pintura athleticana.

Nos minutos finais da etapa inicial, o Leão resolveu assustar o Athletico-PR. Aos 43, Patric é lançado dentro de área e, antes da marcação chegar, ele escora de cabeça para o garoto Ewerthon, que fura na primeira tentativa e, na segunda, chutar prensado com a marcação e a bola sair em escanteio.

Na volta da etapa complementar, o Sport buscou surpreender o Furacão logo no início. Com um minuto de reinício, Júnior Tavares cruza cruza rasteiro na área, Dalberto finaliza, o goleiro Santos dá rebote e Thiago Neves empurra para a bola para a rede. Mas o VAR entrou em ação e acusou impedimento do meia leonino.

Após o susto inicial, o Athletico prontamente buscou tomar as rédeas da partida. Aos 11, boa trama ofensiva do time paranaense, com tabela entre Abner, Carlos Eduardo e Christian, até a bola chegar para Nikão sair de frente com Luan Polli e acabar esbarrando no goleiro leonino, que fez defesa importante.

Mais audacioso e destemido, o Sport se aventurava mais ao ataque no segundo tempo. Aos 17, Luciano Juba desceu pela esquerda e fez bom cruzamento achando Patric livre na área. O lateral-direito tentou o cabeceio, mas não deu direção a bola e mandou pela linha de fundo. Aos 24, após contra-ataque leonino, Thiago Neves arrisca chute de fora da área e Santos defende.

Tentando conter o ânimo da equipe pernambucana, o Furacão tentou dar uma reposta ofensiva. Aos 35, Khellven recebeu pela direita e cruzou com capricho para Carlos Eduardo testar, mas Luan Polli bem posicionado fez defesa segura. O golpe fatal cinco minutos depois. Aos 40, Khellven em mais uma boa descida pela direita, faz o corte na marcação para o meio e cruza de perna esquerda buscando Léo Cittadini, que entrou por trás de Patric e cabeceou no contrapé de Luan Polli: 2x0.

Depois do gol, os paranaenses apenas administraram o resultado e asseguraram os três pontos na despedida do Brasileirão. Já o Sport, com a derrota, perde a vaga na Copa Sul-Americana.

Ficha do jogo

ATHLETICO-PR

Santos; Jonathan (Khellven), Pedro Henrique, José Ivaldo e Abner; Christian (Aguilar), Léo Cittadini e Jadson (Erick); Nikão, Carlos Eduardo (Walter) e Renato Kayzer (Bissoli). Técnico (auxiliar): Antônio Oliveira.

SPORT

Luan Polli; Rafael Thyere (Ewerthon), Maidana e Adryelson; Patric, Marcão (Gustavo), Betinho, Thiago Neves e Júnior Tavares; Marquinhos (Luciano Juba) e Dalberto (Mikael). Técnico: Jair Ventura.

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR).
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP).
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Daniel Luis Marques (ambos de SP).
Gols: Nikão, aos seis do 1º tempo. Léo Cittadini, aos 40 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Adryelson (SPO).

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.