CAMPEONATO PERNAMBUCANO

Paralisações e cinco gols marcam triunfo do Náutico contra o Vitória das Tabocas


Com o resultado positivo, o Náutico mantém uma invencibilidade de 14 jogos nos Aflitos.

Publicado em 27/03/2021 às 21:12
Tiago Caldas/Clube Náutico Capibaribe.
FOTO: Tiago Caldas/Clube Náutico Capibaribe.
Leitura:

Muitos choques e gols marcaram a goleada do Náutico em cima do Vitória das Tabocas pelo placar de 4x1. Logo aos quatro segundos, um choque de cabeça entre Geovani e Palominha assustou a quem acompanhava a partida que, ao todo, ficou paralisado por 19 minutos (entre atendimentos e aguardo de nova ambulância). Porém, depois de muito tempo paralisado, a partida foi retomada e o Náutico mostrou seu lado avassalador.

Com o resultado positivo, o Timbu chegou a 14 jogos de invencibilidade (cinco empates e nove vitórias), nos Aflitos. Os gols foram marcados por Vinícius (2x), Jean Carlos e Erick, pelo Náutico, e Danilo Quipapá, para o Vitória. O Náutico segue 100% no Campeonato Pernambucano, com quatro vitórias em quatro jogos, ou seja, 12 pontos conquistados.

Ouça os gols da partida na voz de Roberto Queiroz, o Garganta de Aço:





O JOGO

A partida começou com um susto logo de cara. Dois jogadores do Vitória das Tabocas, Geovani e Palominha, tiveram um forte choque de cabeça. Eles foram atendidos no gramado e voltaram para o campo, mas o atacante Palominha voltou a pedir atendimento e foi levado para o Hospital da Restauração para realizar outros exames. A partida ficou paralisada por 14 minutos até a chegada de uma nova ambulância.

E o Náutico não precisou de muito tempo para abrir o placar. Três minutos depois do reinício, Vinícius aproveitou um bate rebate dentro da área e finalizou, sem chances para o goleiro Preto, abrindo o placar. Esse gol quebrou um jejum de mais de cinco meses que o atacante alvirrubro não balançava as redes. A última vez foi no dia 25 de outubro, contra o Cruzeiro.

Com o placar aberto, o Náutico ficou mais tranquilo em campo e sua superioridade técnica e tática era muito nítida. Tanto que poucos minutos depois de abrir o placar, o Náutico adiantou a marcação e aproveitou uma falha e indecisão do goleiro Preto que chutou a bola em cima de Jean Carlos, que ampliou nos Aflitos. Logo na sequência, o Náutico saiu da pressão da equipe do Vitória com muita facilidade e, em alta velocidade, armou o ataque. Erick recebeu o passe, tirou a marcação e marcou um belo gol, era o terceiro do Timbu. Para fechar a conta na primeira etapa, que foi até os 61 minutos, Vinícius recebeu na entrada da área e, com muita perfeição, marcou o quarto gol nos Aflitos.

SEGUNDO TEMPO

No retorno para o segundo tempo, a outra vítima do choque de cabeça, o zagueiro Geovani, passou mal e teve que ser substituído. O jogador foi levado para o Hospital da Restauração, assim como seu companheiro Palominha. Porém, dentro de campo, a segunda etapa iniciou muito diferente do primeiro tempo.

Com o resultado bem encaminhado, o Náutico diminuiu o ritmo e começou trabalhando mais a posse de bola e sem o aproveitamento na finalização que teve na primeira etapa. Tanto que aos 19 minutos, Danilo Quipapá teve muito espaço para dominar dentro da área, girar e finalizar sem chances para o goleiro Alex Alves, fazendo 4x1. Percebendo a diminuição do ritmo do time, Hélio dos Anjos promoveu mais alterações e, entre elas, a entrada de Matheus Carvalho, que voltou a disputar uma partida oficial depois de mais de um ano afastado por conta de uma lesão.

Até o apito final, o Náutico não conseguiu produzir muito, manteve o freio de mão puxado, já que estava com o resultado construído desde o primeiro tempo. Assim como aconteceu contra o Central, o Náutico goleou o adversário no primeiro tempo e não conseguiu balanças as redes na segunda etapa, finalizando a partida com o placar de 4x1.

FICHA DO JOGO

Escalações

Náutico: Alex Alves; Hereda (Bryan), M. Trindade, Camutanga, Rafinha; Rhaldney (Djavan), Luiz Henrique (Marciel), Jean Carlos (Matheus Carvalho); Erick, Vinícius (Giovanny) e Kieza. Técnico: Hélio dos Anjos.

Vitória das Tabocas: Preto; Léo Fernandes, Geovani (Juninho), Edivan, Rogério (Léo Carioca); Danilo Quipapá. Ewellingtom, Diogo Peixoto (Careca); Nathan (Yerien), Palominha (William) e Marcelo Nicácio Técnico: Laelson Lopes.

Gols: Vinícius (2x), Jean Carlos e Erick (Náutico); Danilo Quipapá (Vera Cruz)

Cartões amarelos: (Náutico); Preto, Edivan (Vitória das Tabocas)

Estádio: Aflitos

Arbitragem: José Woshington da Silva

Assistentes: Clovis Amaral da Silva e Victor Matheus de Lavor Paes Barreto.

Competição: Campeonato Pernambucano - 4ª rodada


Mais Lidas