'Não via a hora de jogar contra o Santa Cruz', diz meia do Sport

Thiago Neves vai disputar o seu primeiro clássico com a camisa rubro-negra, quarta-feira (31), pela Copa do Nordeste

CLÁSSICO
'Não via a hora de jogar contra o Santa Cruz', diz meia do Sport

Thiago Neves ainda busca melhor condicionamento físico após ficar afastado por conta da covid-19 - Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem

Rádio Jornal

Desesperados pelo vitória para continuarem sonhando com uma classificação às quartas de final da Copa do Nordeste, Santa Cruz e Sport se enfrentam na quarta-feira (31), às 21h30, no estádio do Arruda, pela 6ª rodada do Nordestão. Um empate praticamente selaria a eliminação das duas equipes da competição regional.

Além desse caráter decisivo, o meia Thiago Neves tem um motivo a mais para se motivar para essa partida. Isso porque será o primeiro clássico que o meio-campista leonino vai disputar em Pernambuco. "Estou feliz. Não via a hora de jogar contra o Santa Cruz e contra o Náutico. Esse momento chegou, quarta-feira, no Arruda. Com todo respeito que temos ao adversário, mas vamos pra ganhar. Precisamos da vitória. A gente falava que precisava ganhar uma pra retomar os caminhos das vitórias e ela aconteceu. Temos de impor o nosso ritmo, nossa forma de jogar... Seja dentro ou fora de casa, independente de ser um clássico ou não", declarou o camisa 30.

Apesar do pensamento obstinado em busca da vitória, o meia rubro-negro sabe que não pode jogar de qualquer maneira diante do Santa Cruz. "Óbvio que, como meia-atacante, quero sempre atacar. Claro que contra o Central a gente precisava ganhar e o Jair (Ventura) arriscou. Colocou gente nova no time. Mas contra o Santa Cruz é um clássico, vamos jogar na casa deles. Não sei como Jair vai montar o time, mas, na minha opinião, não podemos arriscar porque vamos jogar contra um time que vem crescendo, com duas vitórias consecutivas e temos de respeitar o Santa Cruz", falou Thiago Neves.

FORMA FÍSICA

Recém-recuperado da covid-19, o meio-campista leonino admite que ainda carece de um melhor condicionamento físico. "Ainda não estou no meu ideal. Senti dificuldades depois que voltei a treinar por conta da covid. Esse jogo contra o Central, eu conversei com Jair para atuar 45 minutos. Até joguei um pouco a mais. Contra o Santa Cruz é um clássico e, por isso, vou no meu limite, até onde der. Se tiver de jogar os 90 minutos, vou jogar. Porque os jogadores e o time precisam de mim dentro de campo. Mas quem decide é o treinador. Quando ele achar que não estou mais dando resposta, ele tem o direito de me trocar independente do tempo que eu já estiver em campo", disse.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.