Após avaliar atletas da base diante do Altos, técnico do Santa Cruz confirma volta dos titulares no Estadual e na Copa do Brasil

João Brigatti quer o Tricolor com força máxima diante do Vera Cruz e do Cianorte

AVALIAÇÃO
Após avaliar atletas da base diante do Altos, técnico do Santa Cruz confirma volta dos titulares no Estadual e na Copa do Brasil

Rádio Jornal

Como o Santa Cruz encarou o Altos-PI, em Teresina, sem praticamente nenhuma chance matemática de seguir buscando a classificação às quartas de final da Copa do Nordeste, o técnico João Brigatti optou por relacionar para a partida atletas considerados reservas e outros oriundos das categorias de base do clube para poder observar melhor esses jogadores para o restante da temporada.

"Esse planejamento foi feito junto com a diretoria. A responsabilidade (pela derrota) é minha e do departamento de futebol. Optamos por trazer os garotos que subiram da base para fazermos uma melhor avaliação. Sou muito positivo em relação a lançar os atletas da base, mas temos de fazer uma análise mais profunda. Saber que os garotos precisam ser melhor preparado para subir para o profissional e vestir a camisa do Santa Cruz, que impõe respeito e é pesada no cenário nacional. Essa avaliação serve para que a torcida, a imprensa e, principalmente, nós do departamento de futebol e diretoria possamos avaliar e saber qual atleta serve, qual pode ser suplente e qual pode encorpar o elenco", explicou João Brigatti.

PRIORIDADES

Ainda de acordo com o treinador coral, após essa avaliação diante do Altos, pelo Nordestão, o foco agora é no Campeonato Pernambucano e na Copa do Brasil, quando o Santa Cruz deve entrar com força máxima em busca das vitórias.

"Temos dois jogos importantes pela frente, pelo campeonato Estadual e pela Copa do Brasil... E, mais na frente, a Série C, que precisamos e temos como objetivo tirar o Santa Cruz dessa divisão e ascender o time à Série B do Brasileiro. Para o jogo de quarta-feira (contra o Vera Cruz, às 18h, no estádio do Arruda) temos de preparar os melhores que foram contratados para estarem aptos para o confronto. E, contra o Cianorte, pela Copa do Brasil, será uma partida difícil, que envolve a situação financeira, visibilidade para o Santa Cruz e, por isso, procuramos deixar os atletas (titulares) treinando no Recife, em dois períodos, para que possam ter condições física e técnica porque temos jogos importante para nós pela frente", contou o comandante tricolor.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.