Em eleição mais acirrada da história do clube, Milton Bivar é reeleito presidente do Sport

Esse será o terceiro mandato de Milton Bivar, que antes comandou o clube nos anos de 2007/ 2008 e 2019/ 2020

ELEITO
Em eleição mais acirrada da história do clube, Milton Bivar é reeleito presidente do Sport

Milton Bivar é reeleito presidente do Sport - Foto: Alexandre Gondim/ JC Imagem

Filipe Farias | Twitter: @_filipefarias

Em umas das votações mais acirradas da história do Sport, o presidente Milton Bivar venceu o pleito e foi reeleito por mais dois anos ao cargo máximo do clube, no biênio 2021/ 2022. O candidato de 69 anos obteve 1.023 votos, enquanto que Nelo Campos recebeu 985 votos, Delmiro Gouveia 232 votos e Eduardo Carvalho 119 votos, nenhum voto branco ou nulo - com um total de 2.359 votantes. 

A vitória de Milton Bivar aconteceu com uma diferença de apenas 38 votos e, agora, irá para o terceiro mandato (não consecutivo); antes comandou o Leão nos anos de 2007/ 2008 e 2019/ 2020. 

O início da votação sofreu um atraso de cerca de 20 minutos - os portões foram abertos às 8h20. Os quatro candidatos à presidência leonina optaram por votar no período da manhã e permaneceram no clube ao longo do dia junto com seus apoiadores. Alguns princípios de discussão entre os apoiadores de chapas diferentes foram relatados pela reportagem da Rádio Jornal, que também presenciou um elevado número de membros da principal torcida uniformizada do clube, que demonstraram apoio a Milton Bivar.

O candidato Eduardo Carvalho, da chapa 'Uma Razão para Viver', chegou a cobrar maior segurança no ambiente de votação ao presidente da comissão eleitoral rubro-negra, Frederico Lima. A Polícia Militar chegou a ser acionada e um efetivo policial esteve na sede para manter a ordem no local.

ORGANIZAÇÃO

Dos mais de dois mil sócios rubro-negros que compareceram à Ilha do Retiro para participar da votação, a maioria esmagadora optou por votar no esquema drive thru, ou seja, conseguiram ter acesso à urna e depositar o seu voto sem deixar o veículo. Operação que proporcionou celeridade e segurança necessária no combate à covid-19.

 

Torcedor rubro-negro optou por utilizar o sistema de drive thru para votar no próximo presidente do Sport
Torcedor rubro-negro optou por utilizar o sistema de drive thru para votar no próximo presidente do Sport
Alexandre Gondim/ JC Imagem

 

Uma outra parcela menor, cerca de 25% dos votantes, que optou por votar a pé, não encontrou dificuldades para cumprir o seu papel de sócio-torcedor.

 

CONFUSÃO

Se durante o período de votação, os sócios torcedores puderam exercer o seu direito de voto para escolher o próximo presidente do Sport, com o sistema drive thru funcionando com certa organização. Entretanto, após o encerramento dos votos, muito tumulto na sede do clube. Isso porque porque as primeiras urnas foram levadas para o primeiro andar, no salão nobre, sem que representantes das chapas pudessem acompanhar o percurso.

Depois de cerca de 20 minutos é que os representantes dos quatro candidatos passaram pela barreira dos seguranças do clube e puderam subir, juntamente com a imprensa. 

 

A cada urna levada para o espaço reservado para a contagem dos votos, no primeiro andar da sede, novo tumulto na subida da rampa, com os seguranças do clube impedindo o acesso de pessoas não autorizadas.

 

O início da contagem dos votos só aconteceu por volta das 20h, com representantes das quatro chapas e a imprensa podendo acompanhar o processo.

 

RESULTADO DA ELEIÇÃO:

- Milton Bivar (Sport de Primeira): 1.023 votos.

- Nelo Campos (Sport na Raça): 985 votos

- Delmiro Gouveia (Juntos pelo Sport): 232 votos

- Eduardo Carvalho (Uma Razão para Viver): 119 votos

- Total: 2.359 votantes.

 

TRÊS ADIAMENTOS

As eleições do Sport foram adiadas por três vezes. A princípio, como manda o Estatuto do clube, a data inicial do pleito foi marcada para 18 de dezembro de 2020. Depois, acabou sendo adiado para acontecer após a Série A, com a data escolhida de 5 de março. Com as restrições do Governo, em decorrência da pandemia, mais uma vez a eleição foi adiada para o 18 de março, o que também não ocorreu devido à quarentena em Pernambuco e só foi realizada nesta sexta-feira (9).

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.