ELIMINATÓRIAS

Brasil vence o Equador e dispara na liderança das Eliminatórias para a Copa do Mundo


A seleção brasileira venceu por 2x0 com gols marcados pelos atacantes Richarlison e Neymar

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 04/06/2021 às 23:29
Lucas Figueiredo/ CBF
FOTO: Lucas Figueiredo/ CBF
Leitura:

Em uma partida disputada, o Brasil só conseguiu a vitória diante do Equador graças ao segundo tempo. Se na primeira etapa os brasileiros não conseguiram tirar o zero do placar, nos últimos 45 minutos, a seleção conseguiu o 2x0 e venceu os equatorianos nesta sexta-feira (4), na Arena Beira-Rio, pela 7ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo. Os gols foram marcados por Richarlison e Neymar.

Com a vitória, a seleção brasileira disparou na liderança e agora soma 15 pontos. O Brasil volta a campo na próxima terça-feira (8), quando vai até Assunção encarar o Paraguai, às 21h30 (horário de Brasília), no estádio Defensores Del Chaco, pela 8ª rodada das Eliminatórias.

O JOGO

Por ser o líder isolado das Eliminatórias Sul-Americana e jogar em casa, a seleção brasileira começou a partida diante do Equador como se esperava, com mais posse de bola e buscando propor o jogo. Entretanto, os equatorianos entraram em campo dispostos a dificultar a vida dos comandados de Tite e iniciaram marcando alto, dificultando que os brasileiros trocassem passes no campo ofensivo.

Como estava difícil penetrar por dentro, o Brasil começou a abrir o jogo e buscar as jogadas pelos lados do campo... Principalmente pela direita, com as subidas do lateral Danilo. Uma outra possibilidade de chegar ao gol que os brasileiros passaram a investir foi nas bolas paradas. Aos 19, Neymar cobrou falta lateral alçando bola na área, Richerlison se esticou todo para tentar desviar com o pé, mas o goleiro Domínguez fez a defesa.

A primeira oportunidade criada parece que animou a seleção brasileira. Aos 22, Richarlison fez boa jogada pela direita, driblou o primeira marcador e, antes que o segundo se aproximasse, tocou para Gabriel Barbosa que entrava livre na área e chegou finalizando de perna direita, mas o goleiro Domínguez saiu de forma arrojada e fez a intervenção.

Na reta final do primeiro tempo, o Brasil passou a chegar com mais perigo. Em um dos lances até balançou as redes, mas não valeu. Aos 41, Danilo cruzou rasteiro para Gabriel Barbosa se antecipar da marcação e empurrar pras redes. O VAR entrou em ação e apontou o impedimento do atacante brasileiro.

Dois minutos depois, Neymar recebe passe na intermediária, aproveitando corta-luz de Casemiro, e solta um potente chute de fora da área, mas o goleiro Domínguez defendeu espalmando a bola para o lado.

Na volta da segunda etapa, a seleção equatoriana passou a adotar uma postura mais ousada... Além de adiantar suas linhas, passou a ter mais posse de bola e a trabalhar no campo defensivo do Brasil. Aos 12, após cobrança de escanteio e bate-rebate dentro da área brasileira, o lateral Ángelo Preciado emendou um chute, mas pegou em baixo e a bola subiu demais.

O Brasil, aos poucos, buscava recuperar às rédeas da partida. Aos 18, Neymar recebeu passe dentro da área e finalizou rasteiro para defesa segura de Domínguez. Porém, no minuto seguinte, não deu para o goleiro equatoriano. Numa saída de bola lenta, Paquetá roubou a bola do lateral-esquerdo Arreaga, passou pra Neymar... Que, prontamente, lançou para Richarlison que entrava livre na área pela esquerda e finalizou certeiro para abrir o placar: 1x0.

O ímpeto ofensivo brasileira seguia forte. Aos 25, foi a vez de Gabriel Jesus partir para o ataque, entrar na área, se livrar o marcador e finalizar forte, no canto, para boa defende de Domínguez. No minuto seguinte, o próprio Jesus desceu desta vez pelo lado direito, viu Gabriel Barbosa entrando livre na área e tocou... O camisa 9 finalizou tirando do goleiro, mas ele conseguiu defender com a ponta do pé.

A seleção brasileira se aproximava do segundo gol, que não saiu por capricho. Aos 29, contra-ataque de manual puxado por Lucas Paquetá que lançou Neymar pela direita. O Camisa 10 não segurou a bola e já passou pra Richarlison driblar o goleiro e, como a bola foi à linha de fundo, cruzou na medida para Gabriel Barbosa cabecear e a bola passar raspando a trave e ir pra fora.

Já nos acréscimos e com o auxílio do VAR, o árbitro marcou pênalti em cima de Gabriel Jesus. Na cobrança, Neymar parou no goleiro Domínguez, mas, novamente o VAR, acusou que o arqueiro equatoriano tirou os dois pés da linhas antes de Neymar bater na bola. Na segunda cobrança, desta vez, o camisa 10 ampliou para o Brasil: 2x0.

Ficha do jogo

BRASIL

Alisson; Danilo, Éder Militão, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro, Fred (Gabriel Jesus) e Lucas Paquetá; Gabriel Barbosa (Firmino), Neymar e Richarlison. Técnico: Tite.

EQUADOR

Domínguez; Ángelo Preciado, Arboleda, Arreaga e Estupiñán; Franco, Jhegson Méndez (Estrada), Gruezo e Mena (Cazares); Ayrton Preciado (Fidel Martínez) e Valencia (Jordy Caicedo). Técnico: Gustavo Alfaro.

Local: Arena Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).
Árbitro: Alexis Herrera, da Venezuela.
Auxiliares: Carlos López e Jorge Urrego, ambos da Venezuela.
Gols: Richarlison, aos 19, e 48 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Fred, Éder Militão (BRA) e Ángelo Preciado, Valencia, Ayrton Preciado e Domínguez (EQU).


Mais Lidas