SÉRIE B

Náutico vence o Guarani e assume a liderança da Série B


Time alvirrubro bateu o Bugre por 3x1 e se isolou na ponta da tabela da Segunda Divisão do Brasileiro

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 11/06/2021 às 23:26
Celso Congilio/ Guarani FC
FOTO: Celso Congilio/ Guarani FC
Leitura:

Mantendo os 100% de aproveitamento na Série B, desta vez, o Náutico foi até Campinas, nesta sexta-feira (11), e não tomou conhecimento do Guarani, vencendo por 3x1, no estádio Brinco de Ouro, pela terceira rodada. Os gols da partida foram marcados por Vinícius, Kieza e Erick para os alvirrubros, enquanto que Régis descontou para o Bugre.

Com a vitória, o Timbu assumiu a liderança da Segundona, com nove pontos. Agora, o Náutico volta a campo na terça-feira (15) para enfrentar o Vila Nova, às 19h, no estádio dos Aflitos, pela quarta rodada da Segundona.

O JOGO

Como era esperado em um duelo entre duas equipes posicionadas na ponta de cima da tabela, Guarani e Náutico começaram a partida mostrando bastante equilíbrio, principalmente no meio de campo, com a bola circulando bastante pelo setor e com os jogadores marcando em cima para não dar espaço ao adversário.

Diante dessa falta de oportunidade para criar jogadas, o Timbu encontrou na bola parada uma arma para tentar abrir o placar. Aos 14, Jean Carlos cobrou escanteio para Vinícius cabecear e mandar a bola na rede superior. Boa chance alvirrubra.

Mesmo com o susto, o Bugre não se intimidou e também levou perigo à meta timbu. Aos 28, o meia Régis puxou contra-ataque e rapidamente lançou Davó, que driblou o zagueiro Wagner Leonardo, mas acabou finalizando em cima de Alex Alves, que espalmou afastando o perigo.

Na volta da etapa complementar, o Náutico mostrava disposição para garantir mais três pontos e manter os 100% de aproveitamento. Com mais posse de bola e praticando um jogo de imposição, o Timbu não demorou a abrir o placar. Aos quatro, Erick pegou bola na direita, saiu arrastando a marcação para o meio, tocou para Jean Carlos na esquerda que, com um toque na bola, deixou Vinícius em condições de finalizar na diagonal da área, no alto, sem chances para o goleiro Gabriel Mesquita: 0x1.

Sem deixar o Timbu se empolgar na partida, a resposta do bugrina foi imediata. O lateral-esquerdo Bidú recebeu bola na esquerda e, ao invés de cruzar por cima, bateu voltando, rasteiro até Régis. O meia dominou, driblou dois marcadores e finalizou em cima de Bryan... A bola acabou enganando Alex Alves e morreu na rede: 1x1.

O gol sofrido não inibiu o ímpeto ofensivo alvirrubro, que mostrou o porquê está brigando pela liderança da Série B. Após sequência de escanteios cobrados por Jean Carlos, no terceiro, aos 15 minutos, a zaga do Guarani afasta mal e Kieza emenda forte chute para desempatar a partida: 1x2.

O terceiro tento timbu estava maduro. Aos 17, Erick individualizou pela direita e, ao tentar a finalização, a bola explodiu no braço de Rodrigo Andrade: pênalti. Na cobrança, o próprio Erick bateu e ampliou o marcador: 1x3.

Com a vantagem e o jogo controlado, o Náutico passou a administrar a partida, sem tomar sustos. Já o Guarani, apesar de estar em casa, não demonstrou forças para buscar diminuir o prejuízo. Com isso, os alvirrubros mantiveram os 100% e assumiram a liderança na Série B.

Ficha do jogo

GUARANI

Gabriel Mesquita; Pablo (Diogo Mateus), Thales, Carlão e Bidú; Bruno Silva, Rodrigo Andrade (Tony), Bruno Sávio (Lucão do Break), Régis e Júlio César; Davó (Renanzinho). Técnico: Daniel Paulista.

NÁUTICO

Alex Alves; Hereda, Camutanga, Wagner Leonardo e Bryan; Matheus Trindade, Rhaldney (Marciel) e Jean Carlos (Luiz Henrique); Erick (Giovanny), Vinícius (Rafinha) e Kieza (Paiva). Técnico: Hélio dos Anjos.

Local: estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP).
Árbitro: Jonathan Antero Silva (RO)
Assistentes: Márcia Bezerra Lopes e Adenilson de Souza Barros (ambos de RO).
Gols: Vinícius, aos quatro; Régis, aos dez; Kieza, aos 15; e Erick, aos 18 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Rodrigo Andrade, Bruno Sávio, Thales, Júlio César (GUA) e Hereda (NÁU).
Cartão Vermelho: Júlio César (GUA).


Mais Lidas