COPA AMÉRICA

Copa América: Brasil goleia a seleção do Peru por 4x0

Seleção brasileira apresentou um primeiro tempo sonolento, mas conseguiu a goleada após uma etapa complementar mais impositiva

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 17/06/2021 às 22:56
Lucas Figueiredo/ CBF
FOTO: Lucas Figueiredo/ CBF
Leitura:

Mesmo com um primeiro tempo lento e com poucas chances criadas, o Brasil deslanchou na etapa complementar e construiu uma goleada pra cima do Peru, vencendo por 4x0, nesta quinta-feira (17), no estádio Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro, pela segunda rodada da Copa América, e se mantendo na liderança do Grupo B, com seis pontos. Alex Sandro, Neymar, Everton Ribeiro e Richarlison marcaram os gols da partida.

O escrete canarinho não entra em campo pela terceira rodada do Grupo B. O próximo compromisso da seleção será contra a Colômbia, na quarta-feira (23), às 21h, novamente no Engenhão, pela quarta rodada da Copa América.

O JOGO

Assim como aconteceu diante da Venezuela, na estreia da Copa América, a seleção brasileira começou o confronto com o Peru sem encontrar muitas dificuldades para impor o seu ritmo de jogo. Por sua vez, logo nos primeiros minutos, a frágil seleção peruana já dava indícios que não suportaria a pressão dos anfitriões.

Logo aos 11 minutos, Alex Sandro desceu pelo meio e abriu na esquerda para Everton Cebolinha, que alçou bola na área... A zaga peruana afastou mal e deu rebote para Gabriel Jesus, que dominou na direita da grande área e cruzou para o próprio Alex Sandro, que iniciou a jogada ofensiva, chegar finalizando para o fundo das redes: 1x0.

Mesmo com o gol marcado, os brasileiros seguiam forçando no ataque para ampliar o marcador. Aos 24, Neymar cobrou escanteio, mas a defesa peruana afastou parcialmente... no rebote, Fabinho dominou na entrada da área e finalizou forte, com precisão, sendo que a bola acabou saindo um pouco da rota e passou rente a trave esquerda do goleiro Galesse.

Como os peruanos seguiam recuados, o Brasil acabou desacelerando o jogo, mostrando bastante lentidão na troca de passes e sem conseguir penetrar a zaga adversária.

Diante da dificuldade da seleção brasileira sair jogando, o Peru adiantou a marcação e por pouco não empatou. Aos 39, Fred saiu jogando errado, Cueva recupera a bola e pra Yotún entrar na área e tocar com categoria tirando de Ederson por elevação, mas Danilo apareceu e tirou com o peito mandando para escanteio.

 

Percebendo a lentidão dos seus comandados, Tite promoveu duas modificações na volta do intervalo, mandando a campo Everton Ribeiro e Richarlison, e sacando Everton Cebolinha e Gabriel Barbosa. Com as mudanças, a seleção deu uma discreta melhora, mas o suficiente para incomodar os peruanos.

Aos 14, Neymar se enroscou com o marcador dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Porém, após análise no VAR, ele voltou atrás e anulou a marcação. Porém, a penalidade não faria falta. Isso porque, aos 22, Fred achou o camisa 10 livre na entrada da área e, antes de o marcador pensar em bloqueá-lo, Neymar disparou um chute cruzado, rasteiro, sem chances para o goleiro Galesse: 2x0.

Apesar de estar levando o jogo com tranquilidade, o Brasil tomou um grande susto na reta final. Aos 32, após bola alçada na área brasileira, Abram tenta a finalização, mas não acerta o chute... Ainda assim, a bola sobra para Valera, que debaixo da barra, consegue a proeza de mandar por cima, perdendo gol incrível.

O susto parece que acordou os brasileiros, que conseguiram marcar mais um gol nos minutos finais. Aos 43, Neymar arranca pelo meio, abra a jogada na esquerda para Richarlison, que cruza rasteiro para Everton Ribeira empurrar pras redes: 3x0.

Pra fechar a goleada, aos 46, Neymar deixou Firmino na cara do gol, mas mesmo assim, o atacante do Liverpool finalizou em cima de Galesse... No rebote, Richarlison também deixou a sua marca: 4x0.

 

Ficha do jogo

BRASIL

Ederson; Danilo (Emerson), Éder Militão, Thiago Silva e Alex Sandro (Renan Lodi); Fabinho, Fred e Neymar; Gabriel Jesus (Firmino), Everton Cebolinha (Everton Ribeiro) e Gabriel Barbosa (Richarlison). Técnico: Tite.

PERU

Galesse; Corzo, Christian Ramos, Abram e Marcos López; Tapia, Yotún (Arias), Carrillo, Peña (Iberico) e Cueva (Távara); Lapadula (Valera). Técnico: Ricardo Gareca.

Local: estádio Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro (RJ).
Árbitro: Patricio Loustau, da Argentina.
Auxiliares: Gabriel Chade e Ezequiel Brailovsky, ambos da Argentina.
Gols: Alex Sandro, aos 11 do 1º tempo. Neymar, aos 22; Everton Ribeiro, aos 43; Richarlison, aos 46 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Gabriel Jesus (BRA) e Christian Ramos, Yotún, Távara (PER).

Mais Lidas