SÉRIE B

Lutando até o final, Náutico busca empate com o Remo e segue invicto na Série B

Time alvirrubro saiu atrás do placar, mas conseguiu o empate em 1x1, neste sábado (26), nos Aflitos

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 26/06/2021 às 22:04
Bobby Fabisak/ JC Imagem
FOTO: Bobby Fabisak/ JC Imagem
Leitura:

Foi na raça e lutando até o final. Mesmo quando parecia que iria conhecer a primeira derrota na Série B, o Náutico não desistiu da partida e foi buscar o empate em 1x1 com o Remo, neste sábado (26), no estádio dos Aflitos, pela sétima rodada da Segundona. O meia Felipe Gedoz abriu o placar para os paraenses no primeiro tempo, enquanto que o atacante paraguaio Paiva empatou no segundo tempo.

Com o empate, o Timbu segue na liderança na Série B, agora com 17 pontos. A equipe alvirrubra volta a campo na próxima terça-feira (29), quando vai até Maceió encarar o CRB, às 21h30, no estádio Rei Pelé, pela oitava rodada da Segundona.

O JOGO

Após perder a invencibilidade na Série B - empatou com o Londrina na última rodada -, o Náutico entrou em campo disposto a abrir nova sequência de vitórias na competição. Com isso, os comandados de Hélio dos Anjos iniciaram o jogo encurralando o Remo em seu campo defensivo.

Logo aos seis, Erick entrou na área e chutou forte para a boa defesa do goleiro Vinícius. Já aos 14, Vinícius tabelou com Jean Carlos, recebeu passe na linha de fundo e cruzou rasteiro para Erick, mas o lateral-esquerdo Igor se antecipou para colocar a bola para escanteio. Grande chance alvirrubra.

Totalmente a vontade no jogo, o Timbu criava bastante ofensivamente e por muito pouco não abriu o placar. Aos 23, Rhaldney tocou para Jean Carlos receber entre os zagueiros do Remo, entrar na área e finalizar... Vinícius espalmou e a bola se encaminhava para a rede, mas Igor salvou e afastou o perigo.

No minuto seguinte, o Remo criou a primeira chance de gol e levou bastante perigo. Após rápido contra-ataque, a bola chega até Renan Gorne na esquerda. Ele corta pra dentro e finaliza forte, com a bola raspando a trave esquerda de Alex Alves e indo para fora.

Apesar de o Náutico pressionar bastante no início de jogo, quem marcou o primeiro gol foram os paraenses. Aos 26, a zaga alvirrubra saiu jogando errado, Erick Flores recuperou a bola e deixou Felipe Gedoz em excelente condição para finalizar de dentro da área e abrir o placar: 0x1.

O gol sofrido não abateu o Timbu, que logo criou excelente chance de empatar. Aos 29, Jean Carlos cobrou falta lateral mandando a bola no ângulo, mas o goleiro Vinícius fez linda defesa de mão trocada para espalmar em escanteio.

Nos acréscimos do primeiro tempo, aos 46, Jean Carlos mais uma vez esbarrou no goleiro Vinícius. Em falta cobrada na intermediária, o camisa 10 alvirrubro resolveu mudar o estilo da cobrança e bateu com força, a bola ainda desviou no meio do caminho e o arqueiro do Remo encaixou com segurança.

No retorno do intervalo, os alvirrubros mantiveram a mesma postura do primeiro tempo e começaram pressionando o Remo logo no início da etapa complementar. Sempre levando perigo nas bolas paradas de Jean Carlos e os extremos (Vinícius e Erick) se movimentando bastante.

Apesar de sumido, Kieza teve a grande chance do segundo tempo aos 28 minutos, quando Giovanny tabelou com Rhaldney e cruzou rasteiro, o camisa 9 se antecipou da marcação e finalizou pra fora.

Quando parecia que o Náutico conheceria a sua primeira derrota na Série B, eis que surge o gol. Aos 42, Jean Carlos cobra falta alcança bola na área, o goleiro Vinícius saiu mal do gol e Paiva só empurra a bola para dentro. Apesar de o atacante paraguaio estar em condição de impedimento, o bandeira não marca a infração e valida o gol alvirrubro: 1x1.

O empate persistiu até o final e o Timbu segue na liderança da Segundona.

Ficha do jogo

NÁUTICO

Alex Alves; Hereda, Camutanga (Yago), Wagner Leonardo e Bryan (Rafinha); Djavan (Marciel), Rhaldney (Paiva) e Jean Carlos; Erick, Vinícius (Giovanny) e Kieza. Técnico: Hélio dos Anjos.

REMO

Vinícius; Suéliton, Romércio, Kevem (Paulinho Curuá) e Igor; Anderson Uchôa, Lucas Siqueira e Felipe Gedoz (Arthur); Erick Flores, Jefferson (Rafinha) e Renan Gorne (Edson Cariús). Técnico: Paulo Bonamigo.

Local: estádio dos Aflitos, no Recife (PE).
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO).
Assistentes: Cristhian Passos Sorence e Tiago Gomes da Silva (ambos do GO).
Gols: Felipe Gedoz, aos 26 do 1º Tempo. Paiva, aos 42 do 2º Tempo.
Cartões amarelos: Camutanga (NÁU) e Rafinha, Vinícius, Edson Cariús (REM).

Mais Lidas