COPA AMÉRICA

Argentina vence a Colômbia nos pênaltis e encara o Brasil na final da Copa América

Após empatarem em 1x1, a seleção argentina levou a melhor graças ao goleiro Martínez, que defendeu três pênaltis

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 07/07/2021 às 0:16
Reprodução do Instagram/ Copa América
FOTO: Reprodução do Instagram/ Copa América
Leitura:

Como era apontado antes mesmo do início da Copa América, Brasil e Argentina disputam a final da competição. Porém, os argentinos não tiveram vida fácil na semifinal. Depois de empatar em 1x1, no tempo normal, com a Colômbia, os 'hermanos' acabaram conquistar a vaga na decisão ao vencer nos pênaltis por 3x2, nesta terça-feira (6), no estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF).

Lautaro Martínez marcou para os argentinos na primeira etapa, enquanto que Luís Díaz empatou para os colombianos na etapa complementar. Nos pênaltis, Mina, Davinson Sánchez e Cardona desperdiçaram suas cobranças (todos pararam no goleiro Martínez), enquanto que De Paul foi o único a perder para os argentinos.

 

A final entre Brasil e Argentina acontece neste sábado (10), às 21h, no estádio do Maracanã, com transmissão do SBT. Essa será a segunda vez que as seleções decidem a Copa América. Nas duas ocasiões, em 2004 e 2007, os brasileiros levaram a melhor e foram campeões.

 

Ficha do jogo

ARGENTINA

Martínez; Molina (Montiel), Otamendi, Pezzella e Tagliafico; Guido Rodríguez e Lo Celso (Paredes); De Paul, Messi e Nicolás González (Di Maria); Lautaro Martínez. Técnico: Lionel Scaloni.

COLÔMBIA

Ospina; Muñoz, Mina, Davinson Sánchez e Tersillo (Fabra); Cuéllar (Chará) e Barrios; Luis Díaz e Cuadrado; Borré (Cardona) e Zapata (Borja). Técnico: Reinaldo Rueda.

Local: estádio Mané Garrincha, Brasília (DF).

Árbitro: Jesús Valenzuela (VEN).

Auxiliares: Carlos Lopez e Jorge Urrego (VEN).

VAR: Julio Bascuñan (CHI).

Gols: Lautaro Martínez (06'/1T) e Luís Díaz (15'/2T)

Cartões amarelos: Lo Celso (Argentina) Guido Rodríguez (Argentina), Montiel (Argentina), Pezzela (Argentina), Cuadrado (Colômbia), Fabra (Colômbia), Borja (Colômbia) e Muñoz (Colômbia).

Mais Lidas