SÉRIE B

Sem freio, Náutico vence o Goiás, segue invicto e abre vantagem na liderança da Série B

Time alvirrubro venceu a equipe esmeraldina por 1x0, gol de Jean Carlos

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 09/07/2021 às 23:23
Rosiron Rodrigues / Goiás E.C
FOTO: Rosiron Rodrigues / Goiás E.C
Leitura:

O Timbatível está sem freio e cada vez mais líder da Série B. Mesmo jogando fora de casa e contra uma forte equipe, o Náutico venceu o Goiás por 1x0, nesta sexta-feira (9), no estádio da Serrinha, em Goiânia, pela 10ª rodada da competição. O único gol da partida foi marcado pelo meia Jean Carlos, no segundo tempo.

Com a vitória, o Timbu agora soma 24 pontos e volta a campo na próxima segunda-feira (12), quando encara a Ponte Preta, às 20h, no estádio dos Aflitos, pela 11ª rodada da Segundona.

O JOGO

Por se tratar de duas equipes que brigam na parte de cima da tabela, o equilíbrio da partida já era esperado. Goiás e Náutico iniciaram o confronto impondo bastante marcação e sem proporcionar liberdade para que o rival pudesse propor jogo. Com isso, os primeiros minutos foram de estudo, disputa e com a bola circulando bastante pelo meio de campo.

A primeira boa oportunidade de gol saiu apenas aos 22, quando Bruno Mezenga recebeu passe na intermediária direita de ataque, ajeitou pra perna esquerda e soltou uma bomba... A bola ainda quicou na frente de Jefferson, que ainda conseguiu desviar de leve na bola, o suficiente pra bater na trave e não entrar. Que perigo.

O Náutico respondeu na mesma moeda. Aos 35, Jean Carlos cobrou falta de média distância e, ao invés de chutar colocado, bateu forte e com efeito... A bola quicou na frente do goleiro Tadeu, que conseguiu chegar inteiro no lance e espalmar para escanteio. Boa chance alvirrubra.

Os donos da casa retornaram para a etapa complementar mais ariscos. Logo aos quatro minutos, Dadá Belmonte desceu em velocidade pela esquerda, entrou na área e antes que Camutanga encurtasse o espaço, finalizou colocado levando perigo ao goleiro Jefferson.

A equipe do Goiás voltou com tudo. Aos nove, Dadá Belmonte puxou contra-ataque e virou o jogo para Alef Manga livre na direita... Ele aproveita a entrada em disparada de Apodi na área e cruza na medida. O lateral-direito ao invés de cabecear para o gol, toca de cabeça para Caio Vinícius chegar finalizando, mas esbarrar em Jefferson que fez defesa arrojada para evitar o gol.

O Náutico se via cada vez mais em perigo, com o Goiás gostando da partida e chegando à meta alvirrubra com mais frequência. Aos 17, Alef Manga é lançado em profundidade, a zaga timbu vacila e não acompanha a jogada... O atacante driblou Jefferson e finalizou consciente para o gol, mas Camutanga se recuperou no lance e conseguiu desviar de joelho, mandando a bola para escanteio. Milagre.

Os alvirrubros só foram acordar aos 26, quando Bryan realizou cruzamento primoroso para Jean Carlos, que entrou sozinho por trás da zaga dentro da área e finalizou de primeira por cima da meta de Tadeu. Melhor chance do Náutico na partida.
O lance serviu para encorajar o Timbu. Aos 30, Jean Carlos se redimiu. Ele cobrou falta na entrada da área, a bola explodiu na barreira e, no rebote, o camisa 10 finalizou rasteiro, no canto, para vencer o goleiro Tadeu: 0x1.

 

A partida ficou animada na reta final. Aos 40, o lateral Breno desceu pela esquerda e tentou o cruzamento... A bola desviou na zaga encobriu Tadeu e foi na trave, no rebote, Paiva perdeu ótima chance de ampliar. No mesmo minuto, na sequência da jogada, o Goiás chegou com intensidade pelo lado direito, Apodi cruzou rasteiro para Nicolas, que furou, mas Bruno Mezenga emendou um forte chute no canto, com Jefferson fazendo linda defesa, espalmando com uma das mãos.

O Timbu conseguiu segurar a vantagem e venceu mais uma partida na Série B.

Ficha do jogo

GOIÁS

Tadeu; Apodi, David Duarte, Reynaldo e Artur; Breno, Caio Vinícius (Dieguinho) e Luan Dias (Everton Brito); Dadá Belmonte (Nicolas), Alef Manga (Vinícius) e Bruno Mezenga. Técnico: Pintado.

NÁUTICO

Jefferson; Bryan, Camutanga, Yago (Carlão) e Rafinha (Breno); Matheus Trindade, Rhaldney e Marciel (Giovanny); Jean Carlos (Matheus Carvalho), Vinícius (Iago) e Paiva. Técnico: Hélio dos Anjos.

Local: estádio da Serrinha, em Goiânia (GO).
Árbitro: Ivan da Silva Guimarães Junior (AM).
Assistentes: Marcos Santos Vieira e Uesclei Regison Pereira dos Santos (ambos do AM).
Gol: Jean Carlos, aos 30 do 2º Tempo.
Cartões amarelos: Rafinha (NÁU).

Mais Lidas