SÉRIE C

Santa Cruz perde para o Tombense e fantasma do rebaixamento assombra o Arruda


Tricolor foi derrotado por 1x0, neste sábado (17), em pleno estádio do Arruda

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 17/07/2021 às 19:01
Alexandre Gondim/ JC Imagem
FOTO: Alexandre Gondim/ JC Imagem
Leitura:

A situação do Santa Cruz está cada vez mais delicada e o rebaixamento à Quarta Divisão assombra cada vez mais o Arruda. Desta vez, o Tricolor foi derrotado para o Tombense por 1x0, neste sábado (17), no estádio do Arruda, pela oitava rodada da Série C. Mesmo com um jogador a mais desde os 12 minutos do segundo tempo, o Santa não conseguiu a virada e segue sem vencer na competição. O único gol da partida foi marcado pelo centroavante Rubens, de pênalti.

Com mais uma derrota, a Cobra Coral segue com três pontos e a distância para o Floresta, primeira equipe fora do Z-2, é de seis pontos - os cearenses ainda tem um jogo a menos. O Santa volta a campo no próximo sábado (24), quando encara o Botafogo-PB, às 19h, no estádio Almeidão, pela nona rodada da Terceirona.

O JOGO

Desesperado e afundado na lanterna da Série C, o Santa Cruz começou a partida contra o Tombense buscando, finalmente, dar início a uma reação no campeonato. Tomando a iniciativa do jogo, o Tricolor buscava explorar bastante os lados do campo, com Leonan e Lucas Batatinha, mas nada muito incisivo.

O Tombense, por outro lado, buscava manter um bom posicionamento defensivo para que, quando tivesse a bola, buscar levar perigo nas contra-ofensivas. Na primeira boa investida, a equipe mineira já achou o gol. Aos 22, Cássio Ortega disputou bola dentro da área e acabou sendo derrubado pelo zagueiro Victor Oliveira: pênalti. Na cobrança, aos 23, o centroavante Rubens deslocou Jordan para abrir o placar: 0x1.

O gol deixou o Santa atordoado e, por pouco, o Tombense não ampliou na sequência. Aos 30, após cobrança de escanteio rasteiro, a bola passou por baixo da perna de Rubens, por toda a extensão da grande área, e ninguém apareceu para empurrar para dentro. Se safou a equipe coral.

A primeira chance tricolor saiu aos 32 minutos e num lance plástico. Aos 32, Vitinho acertou bom cruzamento para Pipico, que emendou um voleio, acertando a bola em cheio, mas mandou no meio do gol, facilitando a defesa de Felipe Garcia.

O Tricolor do Arruda voltou para a etapa complementar da mesma maneira que iniciou o jogo, com mais presença ofensiva que o adversário. Porém, desta vez, levando mais perigo. Logo aos seis, Madson acionou Leonan em profundidade, o lateral chegou na linha de fundo e cruzou buscando Pipico, mas Felipe Garcia se jogou na bola para espalmar pra longe e evitar o gol coral.

A situação do Santa Cruz melhorou quando, aos 12, o zagueiro Wesley tomou o segundo cartão amarelo por falta dura em Madson e acabou sendo expulso. Já no minuto seguinte, o próprio Madson recebeu passe na entrada da área e soltou uma bomba, rasteira, obrigando o goleiro Felipe Garcia a fazer uma grande defesa.

A pressão coral aumentava. Aos 17, o lateral-esquerdo Eduardo fez boa trama com Rondinelly, recebeu passe na ponta e, ao invés de cruzar, disparou um potente chute de perna direita, a bola saiu rasante e Felipe Oliveira espalmou para o lado, salvando mais uma.

Mais uma vez pela esquerda e com Eduardo, o lateral cruzou para Léo Gaúcho testar firme, mas sem dar muita direção na bola e mandar nas mãos de Felipe Garcia, aos 28.

Sem força para buscar a virada, o Santa Cruz perdeu mais uma na Série C e o fantasma do rebaixamento assombra o Arruda.

Ficha do jogo

SANTA CRUZ

Jordan; Weriton, Rafael Castro, Victor Oliveira e Leonan (Eduardo); Maycon Lucas, Vitinho (Léo Gaúcho) e Rondinelly; Lucas Batatinha (Madson), Levi (Quiñonez) e Pipico. Técnico: Roberto Fernandes.

TOMBENSE

Felipe Garcia; David, Wesley Marth, Moisés e Manoel; Eduardo Neto (Gustavo), Marquinhos (Falcão) e Jean Lucas (Caíque); Cássio Ortega (Yago), Rubens (Bruno Bispo) e Everton. Técnico: Rafael Guanaes.

Local: estádio do Arruda, no Recife (PE).
Árbitro: José Henrique de Azevedo Júnior (MA).
Assistentes: Antônio Fernando de Sousa Santos e Raphael Max Borges Pereira (ambos do MA).
Gol: Rubens, aos 22 do 1º Tempo.
Cartões amarelos: Levi, Rondinelly, Madson, Breno Calixto, Maycon Lucas, Quiñonez (STA) e Eduardo Neto, Wesley (TOM).
Cartão vermelho: Wesley (TOM).


Mais Lidas