SÉRIE A

Sport quebra jejum, vence o América-MG e deixa a zona do rebaixamento da Série A


O Leão venceu os mineiros por 1x0, com um golaço de Paulinho Moccelin

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 19/07/2021 às 21:57
Anderson Stevens/ Sport
FOTO: Anderson Stevens/ Sport
Leitura:

Mesmo bastante desfalcado e jogando fora de casa, o Sport conseguiu quebrar o jejum de sete jogos sem vitórias e bateu o América-MG por 1x0, nesta segunda-feira (19), na Arena Independência, em Belo Horizonte, no complemento da 12ª rodada da Série A. O único gol da partida foi marcado pelo atacante Paulinho Moccelin, aos 40 do segundo tempo. Com o triunfo, a equipe rubro-negra chegou aos dez pontos e deixou a zona do rebaixamento - saltou para a 16ª colocação.

Agora, o Leão volta a campo no próximo domingo (25), quando encara o Ceará, às 20h30, no estádio da Ilha do Retiro, pela 13ª rodada do Brasileirão.

O JOGO

Pressionados pelos maus resultados nas últimas rodadas da Série A, América-MG e Sport entraram em campo mirando apenas a vitória para se distanciarem da parte de baixo da tabela de classificação. Como se tratava de um confronto direto, a partida começou bastante equilibrada e bem disputada. Mesmo com os mineiros priorizando a posse de bola, os pernambucanos conseguiam responder em lances pontuais, mas perigosos.

Aos 19, o garoto Gustavo recebeu passe na direita, saiu costurando a marcação pelo meio e, da entrada da área, soltou um belo chute no cantinho, obrigando Matheus Cavichioli a fazer difícil defesa, espalmando para o lado.

A resposta do América-MG já foi na sequência. Aos 23, após cruzamento de Eduardo pela direita, a zaga do Sport afastou parcialmente e, no rebote, a bola chegou até Felipe Azevedo que, de dentro da área, dominou e chutou forte para fora, mas levando muito perigo e assustando Maílson.

Aproveitando que o Sport estava com o zagueiro Chico improvisado na lateral esquerda, o América-MG investia bastante pelo setor. Aos 28, Eduardo mais uma vez alçou bola na área, que passou por toda extensão da área e chegou até Alan Ruschel na esquerda, que dominou e chutou forte nas mãos de Maílson, defendendo com segurança.

No estilo toma lá, dá cá, a equipe leonina mostrou imediatamente que estava vivo no jogo. Aos 29, o Sport conseguiu boa troca de passes no setor ofensivo, rodou bastante a bola até achar Zé Welison livre... O volante aproveitou e soltou um torpedo da intermediária, a bola ganhou altura e Matheus Cavichioli espalmou para escanteio.

Assim como no início do jogo, o América-MG voltou para a reta final da partida tomando a iniciativa e dominando a posse de bola. Ainda assim, quem criou a primeira boa chance de gol no segundo tempo foi o Sport. Aos 13, o volante Zé Welison carregou a bola pela direita e, quando apertado pela marcação, cruzou rasteiro mandando passe para Everaldo na esquerda, que emendou um chute rasteiro de primeira e Matheus Cavichioli encaixou.

Sem Legenda
Sport venceu o América-MG por 1x0, na Arena Independência
Anderson Stevens/ Sport

Minutos depois, aos 18, foi a vez de Maílson trabalhar. Juninho Valoura cobrou escanteio buscando o gol olímpico, mas o goleiro leonino se jogou e conseguiu socar a bola... No rebote, o próprio Valoura cruzou na cabeça de Zé Vitor, que testou pra fora.

O América-MG estava à vontade em campo e imponde dificuldade ao Sport. Aos 34, Gustavinho pegou rebote na meia lua da grande área e chutou cruzado, a bola desviou em Sabino e saiu em escanteio.

Porém, o Leão deu o bote na hora certa. Aos 40, Marcão ligou o contra-ataque e achou Gustavo pelo meio. O prata da casa disparou e abriu na esquerda para Paulinho Moccelin, que dominou, partiu pra cima da marcação, cortou pra dentro e acertou um chute colocado, no ângulo... Sem chances pra Matheus Cavichioli: 0x1.

 

Com o gol, o Sport conseguiu segurar a vitória, quebrou jejum de sete jogos e deixou a zona do rebaixamento.

Ficha do jogo

AMÉRICA-MG

Matheus Cavichioli; Eduardo (Diego Ferreira), Eduardo Bauermann, Ricardo Silva, Zé Vitor e Alan Ruschel (João Paulo); Juninho, Juninho Valoura e Felipe Azevedo; Carlos Alberto (Yan Sasse) (Gustavinho) e Fabrício Daniel. Técnico: Vagner Mancini.

SPORT

Maílson; Hayner, Rafael Thyere, Sabino (Betinho) e Chico; Marcão, Zé Welison (Ronaldo Henrique) e Gustavo; Thiago Lopes (Paulinho Moccelin), Everaldo (Tréllez) e Mikael (André). Técnico: Umberto Louzer.

Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG).
Árbitro: Vinícius Gomes do Amaral (RS).
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi e André da Silva Bitencourt (ambos do RS).
Gol: Paulinho Moccelin, aos 40 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Zé Vitor (AMG) e Hayner (SPO).


Mais Lidas