SKATE

Vídeo: Rayssa Leal, a Fadinha, vira na última manobra e vence título de etapa da SLS; assista

Foi o segundo título da Street League na carreira da brasileira; ela superou a japonesa Funa Nakayama por 0.3 pontos.

Gustavo Henrique
Gustavo Henrique
Publicado em 28/08/2021 às 20:15
Reprodução: SLS
FOTO: Reprodução: SLS
Leitura:

A skatista Rayssa Leal, de 13 anos, chocou o mundo novamente ao faturar o título - o segundo de sua carreira no principal circuito. A conquista aconteceu na etapa de Salt Lake City da Liga Mundial e teve muita emoção. A fadinha virou o jogo ao seu favor na última manobra, na última chance.

>>>Rayssa Leal, a fadinha, vence premiação do Comitê Olímpico Internacional pelo seu 'Espírito Olímpico'

Veja o momento da vitória

 

A adversária direta na decisão foi a japonesa Funa Nakayama, que liderava até então. Rayssa precisava de um 8.3 para assumir a ponta, mas fez melhor: um 8.5 para levantar o público nos Estados Unidos e ir para o lugar mais alto do pódio. Foi a maior nota entre as skatistas na etapa.

— Muito obrigado por tudo, amo todos vocês. Obrigado pela torcida e vamos Brasil — comemorou a skatista de Imperatriz, que é patrocinada pelo Monster Energy.

Tóquio

A skatista brasileira Rayssa Leal, a fadinha, teve mais uma conquista graças aos Jogos Olímpicos. A medalhista olímpica foi a mais votada e venceu o prêmio Visa Award, dado ao atleta que representou melhor os valores olímpicos nas Olimpíadas de Tóquio. O prêmio “Espírito Olímpico” é oferecido pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) com a empresa de cartão de crédito.

A skatista de apenas 13 anos conquistou a medalha de prata no skate street feminino em Tóquio. Após a divulga do resultado, a cena de Rayssa Leal comemorando pelo ouro da japonesa Momiji Nishiya emocionou.

"Rayssa leal é o vencedora do Visa Award conforme os votos dos fãs ao redor do mundo", publicou o perfil das Olimpíadas no Twitter. "A Visa e o COI (Comitê Olímpico Internacional) parabenizam Rayssa por mostrar ao mundo que a amizade e o espírito esportivo por seus concorrentes são mais importantes do que ganhar o ouro", completou.

A escolha da atleta que melhor representou o "Espírito Olímpico" foi feita pelo volto popular, por meio de uma votação na internet, que encerrou no dia 9 de agosto. O valor do prêmio é US$ 50 mil, o que equivale a mais de R$ 260 mil, para que o atleta possa doar a uma instituição social de sua escolha.

Mais Lidas