SÉRIE B

Com um a menos, Náutico suporta pressão do Guarani e segura o empate nos Aflitos

Timbu conseguiu assegurar o 1x1 com o Bugre, apesar da expulsão do atacante Iago Dias, mas segue fora do G-4

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 04/09/2021 às 19:11
Alexandre Gondim/ JC Imagem
FOTO: Alexandre Gondim/ JC Imagem
Leitura:

Mesmo com um jogador a menos desde os 41 minutos do primeiro tempo, após expulsão do atacante Iago Dias, o Náutico conseguiu segurar o empate em 1x1 como Guarani, neste sábado (4), no estádio dos Aflitos, pela 22ª rodada da Série B. Os gols da partida foram marcados por Jean Carlos, para os alvirrubros, e Bruno Sávio, para os alviverdes. Agora, o Timbu está com 35 pontos, mas segue fora do G-4.

A equipe alvirrubra entra em campo na próxima sexta-feira (10), quando encara o Vila Nova, às 21h30, no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia, pela 23ª rodada.

O JOGO

Com as duas equipes mirando o retorno ao G-4, Náutico e Guarani iniciaram o confronto de forma bastante equilibrada. Apesar de jogar em casa, o Timbu não tinha maior posse de bola... Porém, o Bugre não conseguia aproveitar tal vantagem para traduzir em chances de gols.

A equipe alvirrubra, como sempre, chegada com perigo através das bola paradas de Jean Carlos. Assim como aconteceu aos 16 minutos, com o camisa 10 cobrança falta lateral direto e o goleiro Rafael Martins espalmando para longe.

A primeira e única chance do Guarani no primeiro tempo aconteceu somente aos 38 minutos, quando Júlio César arrancou pela esquerda, cortou a marcação puxando pelo meio e chutou cruzado levando muito perigo à meta de Alex Alves.

Quando a situação alvirrubra parecia que ia piorar, aos 41, com a expulsão de Iago Dias, o resultado foi o contrário. Com um a menos, o Náutico baixou suas linhas, mas, em contra-partida, ganhou mais campo para atacar quando tivesse a posse. E foi o que aconteceu aos 45, quando Giovanny roubou a bola no campo defensivo, disparou em velocidade, levantou a cabeça e abriu na direita para Jean Carlos que corria livre... Ele entrou na área e finalizou com categoria na saída de Rafael Martins: 1x0.

 

Na frente do placar, o Timbu se retraiu ainda mais para ir para o vestiário com a vantagem. Mas, aos 48, após bola alçada na área, Andrigo cabeceou forte, Alex Alves espalmou... Bruno Sávio tentou dominar a bola e não conseguiu, mas Mateus Ludke ficou com a sobra e salvou uma bomba, sem chances para o goleiro alvirrubro. Seria o gol de empate, mas o VAR anulou, alegando impedimento de Bruno Sávio.

Na volta para a etapa complementar, o Guarani quis logo fazer prevalecer a vantagem numérica em campo e buscava abrir a zaga do Náutico explorando os lados do campo para encontrar os espaços na tentativa do empate. Aos cinco, Júlio César cruzou na medida para Lucão do Break cabecear certeiro, mas a bola passar raspando a trave de Alex Alves, que ficou estático, só torcendo para ela sair.

Mesmo jogando em casa, Náutico encontrou bastante dificuldade contra o Guarani
Mesmo jogando em casa, Náutico encontrou bastante dificuldade contra o Guarani
Alexandre Gondim/ JC Imagem

A pressão bugrina logo surtiria efeito. Aos oito, o mesmo Júlio César cruzou novamente com capricho... Desta vez, Bruno Sávio foi quem subiu para cabecear e tirou do alcance de Alex Alves: 1x1.

Apesar do gol sofrido, o Náutico soube sofrer, se fechou bem em seu campo defensivo e não tomou mais gols, segurando o empate até o apito final. Mesmo com o ponto somado, o Timbu segue fora do G-4.

Ficha do jogo

NÁUTICO

Alex Alves; Hereda (Yago), Camutanga, Rafael Ribeiro e Bryan; Djavan, Rhaldney (Luiz Henrique) e Jean Carlos (Taílson); Iago Dias, Giovanny (Álvaro) e Paiva (Matheus Trindade). Técnico: Marcelo Chamusca.

GUARANI

Rafael Martins, Mateus Ludke, Thales (Índio), Carlão e Bidu; Bruno Silva, Rodrigo Andrade (Régis) e Andrigo; Bruno Sávio, Júlio César (Allan Victor) e Lucão do Break (Maxwell). Técnico: Daniel Paulista.

Local: estádio dos Aflitos, no Recife (PE).
Árbitro: Rafael Traci (SC).
Assistentes: Kleber Lúcio Gil e Henrique Neu Ribeiro (ambos de SC).
Gols: Jean Carlos, aos 45 do 1º Tempo. Bruno Sávio, aos oito.
Cartões amarelos: Rafael Ribeiro, Camutanga, Alex Alves (NÁU) e Bidu (GUA).
Cartão vermelho: Iago Dias (NÁU).

Mais Lidas