ELIMINATÓRIAS

Sem dificuldades, Brasil vence a seleção peruana na Arena de Pernambuco e mantém os 100% nas Eliminatórias

Em solo pernambucano, seleção brasileira bateu o Peru por 2x0 e segue sobrando nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022, no Catar

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 09/09/2021 às 23:24
Alexandre Gondim/ JC Imagem
FOTO: Alexandre Gondim/ JC Imagem
Leitura:

Com a vitória construída no primeiro tempo, o Brasil bateu o Peru por 2x0, nesta quinta-feira (9), na Arena de Pernambuco, pela 10ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022, no Catar. Os gols da vitória brasileira foram marcados por Everton Ribeiro e Neymar. A seleção segue com 100% de aproveitamento, agora com 24 pontos, seis a mais que a Argentina, vice-líder.

O escrete canarinho volta a campo no próximo dia 7 de outubro, quando encara a Venezuela, fora de casa, pela 11ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas.

O JOGO

Como era de se esperar, já nos primeiros minutos a seleção brasileira mostrou o porquê é a líder das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo e pôs em campo toda a sua superioridade perante o Peru. Logo aos nove, Everton Ribeiro lançou com maestria para Gerson sair em disparada, ganhar dos marcadores na velocidade e, ao entrar na área, chutou cruzado à meia altura, mas Gallese esticou o braço para espalmar.

Não demoraria para o Brasil chegar ao gol. Aos 13, Neymar é lançado pela esquerda, mas Santamaría toma a frente, tenta proteger a bola, mas, ao ser pressionado pelo camisa 10 brasileiro, perdeu a posse... Neymar partiu em direção à área e cruzou rasteiro. Gabigol furou a finalização, mas Everton Ribeiro apareceu por trás para concluir a jogar e abrir o placar: 1x0.

Sem ser incomodado pelos peruanos, o escrete canarinho dominava a partida. Porém, a posse de bola não era refletida no magro placar. As chances criadas não chegaram a ser tão claras e, com isso, os visitantes iam se segurando.

>> Brasil x Peru: veja imagens do jogo desta quinta-feira (9), na Arena de Pernambuco, pelas Eliminatórias Sul-Americanas

Somente aos 39, que a seleção brasileira ampliou o marcador. Em descida pela direita com Danilo, o lateral acionou Gabigol, que tentou cruzar buscando Neymar, mas a zaga peruana afastou parcialmente... No rebote, Everton Ribeiro chutou para o gol, a bola desviou em Santamaría e sobrou para Neymar empurrar pras redes: 2x0.

 

Segundo Tempo

Com a vantagem construída na primeira etapa, os comandados de Tite voltaram para a etapa complementar com um ritmo mais ameno. Sem tanta intensidade. Com uma troca de passes improdutivos e sem incomodar o goleiro Gallese. Pelo lado peruano, o técnico Ricardo Gareca promoveu quatro alterações com 13 minutos de reinício da partida, na tentativa de modificar o jeito da equipe jogar, mas não surtiu muito efeito.

Neymar marcou o segundo gol da seleção brasileira diante do Peru
Neymar marcou o segundo gol da seleção brasileira diante do Peru
Alexandre Gondim/ JC Imagem

A única chance da equipe peruana aconteceu aos 26 minutos, quando o lateral-esquerdo Marcos López arriscou um chute de média distância, a bola ganhou altura e quase encobre Weverton, que se esticou para mandar para escanteio.

Apesar do susto, o Brasil administrou o resultado, segurou o 2x0 e manteve os 100% de aproveitamento nas Eliminatórias Sul-Americanas.

Ficha do jogo

BRASIL

Weverton; Danilo (Daniel Alves), Éder Militão, Lucas Veríssimo e Alex Sandro; Casemiro, Gerson (Edenílson), Everton Ribeiro (Matheus Cunha) e Lucas Paquetá; Neymar e Gabigol (Hulk). Técnico: Tite.

PERU

Gallese; Advíncula, Santamaría (Christian Ramos), Callens e Marcos López; Tapia (Cartagena), Gonzales e Yotún (Gabriel Costa); Carillo, Cueva (Édison Flores) e Lapadula. Técnico: Ricardo Gareca.

Local: Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE).

Árbitro: Wilmar Roldan, da Colômbia.

Assistentes: Alexandre Guzman e Wilmar Navarro, ambos da Colômbia.

Gols: Everton Ribeiro, aos 13; e Neymar, aos 39 do 1º Tempo.

Cartões amarelos: Casemiro, Lucas Paquetá, Neymar (BRA) e Santamaría, Tapia, Yotún (PER).

Mais Lidas