lamentação

Árbitro de Náutico x Goiás fala sobre juiz agredido em jogo no Rio Grande do Sul; relembre o caso


Ricardo Marques Ribeiro lamentou o que aconteceu com o colega de profissão no Rio Grande do Sul

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 05/10/2021 às 21:19
Reprodução/FGF TV
FOTO: Reprodução/FGF TV
Leitura:

A agressão sofrida pelo árbitro Rodrigo Crivellaro, em uma partida pela Série A2 do Campeonato Gaúcho, causou revolta em todo o Brasil. Ele foi empurrado e depois tomou um chute na cabeça do jogador William Ribeiro, que irá responder por tentativa de homicídio. Em entrevista ao repórter João Victor Amorim, do Escrete de Ouro, o árbitro Ricardo Marques Ribeiro, que está apitando o jogo entre Náutico x Goiás pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, lamentou o ocorrido. Veja o vídeo abaixo:

> Náutico vence o Goiás, diante do torcedor nos Aflitos, e faz as contas para o G4 da Série B

''Uma pessoa que merece respeito e consideração. Ele estava exercendo a função dele no campo de jogo e sendo covardemente agredido. Seguimos nesse pedido por respeito, mas não só nas arquibancadas, nas ruas ou no campo de jogo. Estamos precisando de respeito e tem faltado isso para nós que somos cidadãos brasileiros. Fica minha indignação, como árbitro, e mais uma vez reitero minha solidariedade ao companheiro e que ele possa voltar aos gramados o mais rápido possível'', afirmou Ricardo Marques Ribeiro.

Relembre o caso

O fato ocorreu aos 15 minutos segundo tempo da partida entre Guarani, de Venâncio Aires, e São Paulo, de Rio Grande, no Estádio Edmundo Feix. A agressão do meia William Ribeiro, do São Paulo, foi registada pela transmissão da FGF TV. O juiz ficou imóvel, e jogadores das duas equipes chamaram o atendimento médico. O São Paulo de Rio Grande informou, em nota, que rescindiu o contrato com William Ribeiro.

 

''Nada justifica uma ação como aquela e a Justiça está para cumprir as leis'', completou Ricardo Marques Ribeiro. O árbitro Rodrigo Crivellaro teve alta do hospital nesta terça-feira (5). A Federação Gaúcha de Futebol lamentou o fato e desejou pronta recuperação ao árbitro. O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RS) afirmou que irá investigar o caso.

 

Mais Lidas