SÉRIE B

Náutico perde para o Avaí na despedida dos Aflitos nessa Série B


Timbu foi derrotado para a equipe catarinense por 2x1, pela 37ª rodada da Segundona

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 21/11/2021 às 21:01
Bobby Fabisak/ JC Imagem
FOTO: Bobby Fabisak/ JC Imagem
Leitura:

Na despedida do estádio dos Aflitos nessa Série B, o Náutico acabou sendo derrotado para o Avaí (que entrou no G-4), por 2x1, neste domingo (21), pela 37ª rodada da Segundona. Getúlio e Renato marcaram para a equipe catarinense, enquanto que o volante Djavan descontou no final para os alvirrubros.

A equipe timbu se despede da Segundona na próxima quinta-feira (25), quando encara o Cruzeiro, às 20h, no estádio Mineirão, em Belo Horizonte.

O JOGO

Ainda sonhando com o acesso, o Avaí iniciou o jogo contra pressionando o Náutico, que entrou em campo apenas para cumprir tabela. Com menos de um minuto de partida, João Lucas desceu em velocidade pela esquerda e cruzou certeiro para Getúlio finalizar e Anderson espalmar para escanteio.

Mais atento e concentrado no jogo, o Avaí não demoraria para abrir o placar. Aos dez, Matheus Jesus foi sair jogando pelo meio, mas acabou sendo desarmado por Bruno Silva, que disparou para o ataque, abriu na esquerda para Getúlio e o atacante do time catarinense disparou um chute cruzado, rasteiro, sem chances para o goleiro Anderson: 0x1.

 

Mesmo à frente do placar, a equipe catarinense seguia pressionando e, principalmente, pelo lado esquerdo. Aos 17 foi a vez de Lourenço avançar como quis e, sem marcação, disparou um potente chute no cantinho, obrigando Anderson a se esticar todo para salvar o Náutico.

Só dava Avaí na partida. Aos 32, Edilson cobrou falta lateral alçando bola na área, a zaga alvirrubra afastou parcialmente e, na segunda trave, Getúlio pegou de primeira... Esbarrando mais uma vez no goleiro timbu.

A única grande chance do Náutico no primeiro tempo aconteceu já nos acréscimos. Aos 46, Thássio recebeu passe na direita e cruzou na medida para Matheus Jesus chegar testando forte na bola, mas Gledson fez uma defesa à queima roupa e a zaga do Avaí afastou na sequência.

Na volta da etapa complementar, os donos da casa até que conseguiram ter mais posse de bola, mas as chances de gols não apareceram. O Avaí, recuado, conseguia se defender bem e evitar que o goleiro Gledson fosse incomodado.

Os alvirrubros só conseguiram chegar com perigo aos 28, quando o equatoriano Murillo desceu pela direita, cortou a marcação driblando para o meio e chutou forte... Parando no goleiro Gledson, que espalmou para longe.

Nos minutos finais, o Náutico começou a encaixar as suas ações ofensivas. Aos 35, Vinícius em sua jogada característica disparou pela esquerda, deixou os marcadores falando sozinho e cruzou rasteiro para Matheus Jesus chegar finalizando de dentro da área, mas mandando a bola por cima da meta de Gledson. Chance incrível desperdiçada.

Apesar de a equipe alvirrubra pressionar, quem marcou o gol foi o Avaí. Aos 39, Alemão roubou a bola ainda no campo defensivo e tocou para Copete... O colombiano deu um lindo lançamento de três dedos para Renato, que passou disparando por trás de Carlão, ganhou espaço e finalizou por cima, tirando Anderson da jogada: 0x2.

No final do jogo, com um jogador a mais (Iury foi expulso), o Náutico ainda conseguiu diminuir o placar. Após jogada pela esquerda, a bola chegou em Djavan na entrada da área, o volante dominou e finalizou no cantinho, sem chances para Gledson: 1x2.

Mesmo com o gol, o Timbu não conseguiu o empate e perdeu na despedida dos Aflitos nessa Série B.

Ficha do jogo

NÁUTICO

Anderson; Thássio, Camutanga, Rafael Ribeiro e Guilherme Nunes; Matheus Trindade, Matheus Jesus e Juninho Carpina (Murillo); Jean Carlos, Vinícius e Álvaro. Técnico: Hélio dos Anjos.

AVAÍ

Gledson; Edilson (Iury), Alemão, Betão e João Lucas; Bruno Silva, Jean Cleber (Marcos Serrato) e Lourenço (Wesley Soares); Vinícius Leite (Renato), Copete e Getúlio (Rômulo). Técnico: Claudinei Oliveira.

Local: estádio dos Aflitos, no Recife (PE).
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ).
Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (ambos do RJ).
Gols: Getúlio, aos dez, do 1º Tempo. Renato, aos 39; e Djavan, aos 44, do 2º Tempo
Cartões amarelos: Matheus Jesus, Jean Carlos, Matheus Trindade, Marciel (NÁU) e Rômulo (AVA).
Cartão vermelho: Iury (AVA).


Mais Lidas