Fórmula 1

Fórmula 1: Lewis Hamilton mostra "preparação" diferenciada antes do GP da Austrália; confira

GP da Austrália acontece neste final de semana

Victor Peixoto
Victor Peixoto
Publicado em 06/04/2022 às 13:05 | Atualizado em 06/04/2022 às 13:06
KAMRAN JEBREILI/POOL/AFP
O britânico Lewis Hamilton é sete vezes campeão Mundial de Fórmula 1 - FOTO: KAMRAN JEBREILI/POOL/AFP
Leitura:

Embora não seja chamada assim, a Fórmula 1 não deixa de ser um "esporte radical".

Pilotar um carro de 750 cavalos a mais de 300 km/h durante mais de uma hora, com alto nível de competitividade,  é algo que pouquíssimas pessoas são capazes de fazer, tanto que o piloto chega a perder de três a seis quilos por corrida.

Atingir tal nível de adrenalina aparentemente nos fins de semana, aparentemente, gera um certou grau de monotonia na vida cotidiana de alguns pilotos, sendo não raro vê-los se aventurando em outros esportes, como o esqui, durante as folgas.

O heptacampeão Lewis Hamilton, da Mercedes, aproveitou o intervalo entre o GP da Arábia Saudita, no dia 27 de março, e o GP da Austrália, que acontece neste fim de semana entre a sexta-feira (8) e o domingo (10), para saltar de paraquedas.

O piloto de 37 anos compartilhou em suas redes sociais o momento em que salta de um avião e realiza manobras no ar, algo que não fazia desde o início da pandemia de covid-19.

"Uma maneira ideal para passar um domingo. Eu salto de paraquedas há alguns anos, mas, naturalmente, durante a pandemia, não consegui ir", escreveu.

Hamilton na Fórmula 1 em 2022

O começo de temporada de Hamilton na Fórmula 1 não tem sido na boa. Apesar do terceiro lugar no pódio, que caiu no seu colo após os abandonos duplo da Red Bull, no GP do Bahrein, o carro da Mercedes vem apresentando vários problemas de desempenho até aqui.

Sem velocidade na reta e em curvas de alta velocidade, em função do fenômeno chamado "porpoising", que faz a suspensão "quicar" e o carro perder desempenho. No último GP, da Arábia Saudita, Hamilton largou na 16ª colocação em terminou apenas em 10°.

Se quiser ser octacampeão e representar uma ameaça a Charles Leclerc, da Ferrari, e ao rival Max Verstappen, da Red Bull, a resposta deverá ser imediata.

AFP
Lewis Hamilton, da Mercedes, é heptacampeão mundial de Fórmula 1, mas não vem bem em 2022 - FOTO:AFP

Mais Lidas