Covardia

Veja punição que treinador que agrediu bandeirinha pode receber

Agressão aconteceu neste domingo (10) em partida do Campeonato Capixaba

Victor Peixoto
Victor Peixoto
Publicado em 11/04/2022 às 10:22
REPRODUÇÃO / TV FOLHA
Assistente Marcielly Neto foi agredida pelo treinador da Desportiva Ferroviária (ES), Rafael Soriano - FOTO: REPRODUÇÃO / TV FOLHA
Leitura:

Neste domingo (10), a agressão do técnico Rafael Soriano, da Desportiva Ferroviária, à árbitra assistente Marcielly Santos durante partida das quartas-de-final do Campeonato Capixaba chocou e causou indignação no Brasil.

Irritado com o encerramento do primeiro tempo antes de uma cobrança de escanteio a favor de sua equipe, Soriano invadiu o campo para reclamar com a arbitragem. Durante a confusão, ele desferiu uma cabeçada no rosto da bandeirinha e acabou expulso.

Após o término da partida, a Desportiva Ferroviária emitiu uma nota e informou a demissão do treinador:

"A Desportiva Ferroviária vem a público informar que repudia toda e qualquer tipo de violência, seja física, verbal, moral ou emocional, principalmente contra mulheres, e nos solidarizamos com a assistente de arbitragem Marcielly Netto, nos colocando à disposição para aquilo que for necessário.

Informamos também que , diante do ocorrido, o treinador Rafael Soriano foi desligado do clube."

Punição

Além da demissão, que se dá na esfera administrativa do clube, Rafael Soriano pode sofrer punições na esfera desportiva e penal.

Segundo a advogada Fernanda Soares, especialista em direito desportivo e colunista do Lei em Campo, do UOL Esportes, a Justiça Desportiva pode suspender o treinador por pelo menos 180 dias, conforme o parágrafo 3° do Artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

Art. 254-A. Praticar agressão física durante a partida, prova ou equivalente.

PENA: Suspensão de quatro a doze partidas, provas ou equivalentes, se praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de trinta a cento e oitenta dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a este Código.

§ 3º - Se a ação for praticada contra árbitros, assistentes ou demais membros de equipe de arbitragem, a pena mínima será de suspensão por cento e oitenta dias...

A princípio, Rafael Soriano está suspenso por um mês, enquanto aguarda julgamento.

Mais Lidas