Debate da Super Manhã

Geraldo Freire

access_time

02:00

Super Manhã / Passando a limpo

Geraldo Freire

access_time

03:20

Consultório do Rádio Livre

-

Debate da Super Manhã

Geraldo Freire

access_time

02:00

Super Manhã / Passando a limpo

Geraldo Freire

access_time

03:20

Consultório do Rádio Livre

-

search close
BRASILEIRÃO

Em tarde de Magrão, Sport e Cruzeiro ficam no 0 x 0 na Ilha do Retiro

Goleiro pega o pênalti cobrado por Raniel e evita derrota do Sport

Rádio Jornal
Sport e Cruzeiro não balançaram as redes na tarde deste sábado (8)
Sport e Cruzeiro não balançaram as redes na tarde deste sábado (8)
JC Imagem

Sport e Cruzeiro fizeram um jogo parelho na tarde deste sábado (8) na Ilha do Retiro.  As duas equipes tiveram oportunidades para sair vencedor do confronto, mas o placar terminou 0 x 0.  Magrão foi o nome do jogo.  Mais uma vez o arqueiro rubro-negro foi decisivo ao defender a cobrança de pênalti do ex-Sata Cruz Raniel. Com o resultado igual, o time pernambucano permanece na zona de rebaixamento na 17ª colocação com 24 pontos, mas pode ser ultrapassado pelo Ceará e Paraná que ainda jogam na rodada.

O jogo

Antes do início da partida, os jogadores prestaram um minuto de silêncio em homenagem a jornalista Graça Araújo, que faleceu na tarde deste sábado (8) após sofre um Acidente Vascular Cerebral hemorrágico. Com a bola rolando, a partida foi muito equilibrada. 

O primeiro tempo foi muito equilibrado. As duas equipes buscaram o gol, mas esbarram nas marcações. A melhor chance na etapa inicial foi do Cruzeiro. Aos 29 minutos, Barcos foi lançado no ataque e tocou por cima de Magrão, mas o juiz marcou impedimento. Os jogadores do time mineiro protestaram afirmando que o atleta não estava impedido.

Aos 36 Mancuello pegou a sobra na área do Sport, bateu para o gol. A bola desviou em Ronaldo Alves e quase enganou Magrão.

A melhor chance do time rubro-negro foi na cabeçada de Durval. Marlone cobrou uma falta na área e o xerife do Leão subiu mais alto que a defesa cruzeirense e mandou para fora.

No final da primeira etapa, um misto de vaia e aplausos da torcida do Sport.

Magrão pega o pênalti

 O equilíbrio se manteve no segundo tempo. O lado direito do Sport melhorou com a alteração de Raul Prata no lugar de Ernando. Eduardo Baptista também voltou para a etapa final com o volante Jair no lugar de Neto Moura.  

A equipe pernambucana buscou o gol para conseguir os três pontos e sair da zona de rebaixamento, mas falhou nas finalizações. Quem brilhou mais uma vez foi o goleiro Magrão. O paredão da Ilha do Retiro defendeu o  pênalti cobrado por Raniel, ex-Santa Cruz. 

No fim da partida o Leão teve uma chance nos pés de Rogério que finalizou de fora da área. A bola passou muito perto do gol, e o placar final foi 0 x 0. 

Ficha do jogo:

Sport: Magrão; Ernando (Raul Prata), Ronaldo Alves, Durval e Sander; Marcão Silva, Neto Moura (Jair), Andrigo e Marlone; Hernane e Rogério. Técnico: Eduardo Baptista.

Cruzeiro: Fábio; Ezequiel, Manoel, Léo e Egídio; Lucas Silva, Bruno Silva, Robinho (Raniel) e Mancuello; Rafinha e Barcos. Técnico: Mano Menezes.


COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.