play_circle_outline
Balanço de Notícias

Wagner Gomes e Igor Maciel

access_time

18:00

A Hora do Ângelus

Ave Maria

access_time

18:05

Bola Rolando

Ednaldo Santos

play_circle_outline
Balanço de Notícias

Wagner Gomes e Igor Maciel

access_time

18:00

A Hora do Ângelus

Ave Maria

access_time

18:05

Bola Rolando

Ednaldo Santos

search close
Polêmica

Presidente do Sport rebate declarações do goleiro Magrão

Milton Bivar e diretores de futebol do rubro-negro concederam entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (11) no Centro de Treinamento

Presidente do Sport rebate declarações do goleiro Magrão
Milton Bivar em entrevista coletiva - Foto: Reprodução/TV Jornal
Klisman Gama
Com informações do Blog do Torcedor

O goleiro Magrão concedeu uma entrevista à TV Globo, que teve trecho veiculado nesta quinta-feira, comentando sobre os seus motivos para sair do Sport. Segundo ele, se decepcionou com a proposta feita pelo presidente Milton Bivar para o pagamento das dívidas. Mais ainda, não se sentiu útil ao clube, já que, segundo ele, lhe foi dada a opção de ter a saída facilitada em caso de proposta de outro clube. E que toda essa ação, de sair e colocar o Rubro-negro na Justiça, foi pensada. 

“Foi pensado devido ao momento também que teve no ano passado. Todo mundo sabe da situação do clube financeiramente, e fui conversa com o presidente. O presidente começou a falar a situação do clube, da situação que tinha pego o clube, que estava realmente devendo para mim. E ali o presidente fez uma proposta para mim que me deixou bastante decepcionado, e perguntou se havia clube interessado em mim, que ele facilitaria a minha saída. Naquele momento vi que estava fora dos planos”, falou Magrão em entrevista à TV Globo. 

Devido a toda a repercussão, o presidente do Sport, Milton Bivar, convocou uma entrevista coletiva no Centro de Treinamento José de Andrade Médicis para dar a sua versão dos fatos. Em tom mais ameno do que em relação a uma entrevista dada a Ralph de Carvalho, na Rádio Jornal, onde acusou Magrão de pagar jornalistas para fazer textos o defendendo, o mandatário pôs panos quentes na situação, a fim de encerrar toda a polêmica.

“Sempre estive junto de Magrão e sempre mantivemos um belo relacionamento. Neste ano, quando voltei, assumi em 1º de janeiro e nesta temporada o Magrão esteve comigo, ele a Marilu, esposa dele. E reportei para ele a situação do clube. Ele já veio me falando do que não pagaram a ele, que o pessoal não tinha palavra e ele estava muito chateado, sentamos, conversamos e no dia 6 de fevereiro, ou seja, pouco mais de 15 dias para frente ou talvez 20, fizemos a repactuação. Essa que foi toda cumprida até ele tomar a medida de ele colocar o Sport na Justiça. Eu sei que pelo que ele fez pelo Sport como atleta, as participações dele e tudo mais , respeito também o ser humano de Magrão, sei o quanto é difícil você parar. Nem todos estão preparados para isso”, explicou Milton Bivar.

"Conversa de amigos"

Sobre a conversa que teve com o goleiro, na qual o ídolo rubro-negro se referiu na entrevista veiculada na tarde desta quinta-feira (11), o presidente se referiu como uma “conversa de amigos”. Que explicou ao goleiro a situação vivida pelo Sport e disse não querer atrapalhar o andamento da carreira dele.

“Isso cabe várias interpretações. Se são dois amigos conversando, vou dizer ‘olha, se tenho um problema pessoal com você, quero dar uma opinião. Não quero atrapalhar, eu quero o melhor para você. Agora, se você acha que o melhor é por aqui ou por ali, terá o meu apoio’. Assim é conversa de amigo. Quando conversei com ele, era Milton Bivar, não o presidente do Sport, era o amigo de Magrão e também da Marilu (esposa do goleiro), que em algumas situações de renovação de contrato, eu já tive contato com ela. Então foi uma conversa de amigos”, concluiu o mandatário rubro-negro.


COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.