play_circle_outline
Rádio Livre

Anne Barreto e Rhaldney Santos

access_time

16:00

Balanço de Notícias

Wagner Gomes e Igor Maciel

access_time

18:00

A Hora do Ângelus

Ave Maria

play_circle_outline
Rádio Livre

Anne Barreto e Rhaldney Santos

access_time

16:00

Balanço de Notícias

Wagner Gomes e Igor Maciel

access_time

18:00

A Hora do Ângelus

Ave Maria

search close
SPORT

‘Achamos um Sport com jogadores rápidos e técnicos’, destaca auxiliar técnico

Em entrevista para a Rádio Jornal, Alexandre Faganello falou sobre a importância do auxiliar no futebol

‘Achamos um Sport com jogadores rápidos e técnicos’, destaca auxiliar técnico
Na entrevista, Faganello falou sobre vários outros assuntos, inclusive sobre a seleção brasileira. - Foto: TV Jornal / Reprodução
Pedro Alves
Antônio Gabriel

O atual técnico do Sport, Guto Ferreira, junto com toda a sua comissão técnica ficaram conhecidos no futebol nacional como “reis do acesso”. Mas nem sempre a importância dos auxiliares são destacadas. O auxiliar técnico do Sport, Alexandre Faganello, concedeu uma entrevista para a Rádio Jornal para destacar a importância de um auxiliar técnico no futebol. 

Faganello destaca que conhece Guto Ferreira desde os 13 anos de idade, onde era atleta da categoria de base do XV de Piracicaba/SP e Guto era treinador da equipe. Ambos trabalharam juntos até a categoria sub-20 da equipe paulista. Depois de se aposentar como jogador, Alexandre Faganello decidiu atuar como treinador e afirmou que seu trabalho estava sendo acompanhado pelo atual técnico do Sport.

“Quando eu decidi parar eu recebi o convite para ser treinador do sub-20 XV de Piracicaba. Fiquei lá por 4 anos seguidos. Eu não sabia que Guto me acompanhava e quando minha equipe chegou na final de uma competição, ele me ligou e me parabenizou. Quando foi no início de 201, ele me ligou para ser auxiliar dele no Mogi-Mirim”, detalhou Alexandre.

O auxiliar técnico

Entre os profissionais que atuam na comissão técnica no futebol, o auxiliar técnico é que apresenta a maior proximidade com o treinador e que muitas vezes faz a conexão do grupo de atletas com o treinador. Faganello faz uma comparação com a sua época de atleta com o atual momento do futebol. 

“Antigamente, na década de 80 e 90 era muito difícil você achar algum auxiliar técnico. Eu não lembro de jogar em alguma equipe com auxiliar. Eram poucas equipes. O preparador físico que fazia essa função, além de fazer a preparação física, eles ajudavam o treinador. E a minha função dentro do clube é está sabendo tudo que está acontecendo não só com os jogadores como o staff todo. Tudo que você me perguntar eu estou sabendo, desde a alimentação, concentrações, planejamento de treino, parte física, planejamento dos jogos e adversários, mas claro, junto com toda uma equipe”, afirmou.

Tática

O futebol praticado por Guto Ferreira já é conhecido em outros estados e clubes. Porém, Guto está fazendo o seu primeiro trabalho no futebol pernambucano. O Sport vem se destacando por ser um time muito veloz, com rápidas trocas de passes e por ser bastante ofensivo. Alexandre fala qual a visão de futebol e o esquema que a comissão tentam aplicar. 

“Depende muito de como você monta a equipe com as características dos jogadores. Quando chegamos no Sport, achamos uma equipe com muito jogadores técnicos e rápidos e em cima disso montamos um sistema de jogo com uma forma de jogar e passamos para os jogadores dentro de suas características. Da mesma forma é para quando vamos montar uma equipe. A gente pensa em qual sistemas nós queremos trabalhar e vamos atrás dos jogadores que se encaixam nesse sistema”, completou.

Na entrevista, Faganello falou sobre vários outros assuntos, inclusive sobre a seleção brasileira. Ouça a entrevista na íntegra.

Confira:


COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.