play_circle_outline
Rádio Livre

Anne Barreto e Rhaldney Santos

access_time

16:00

Balanço de Notícias

Wagner Gomes e Igor Maciel

access_time

18:00

A Hora do Ângelus

Ave Maria

play_circle_outline
Rádio Livre

Anne Barreto e Rhaldney Santos

access_time

16:00

Balanço de Notícias

Wagner Gomes e Igor Maciel

access_time

18:00

A Hora do Ângelus

Ave Maria

search close
Entrevista

Dorival Júnior acredita no trabalho de base e relembra time do Sport campeão em 2006

Além de afirmar que 'o futebol pernambucano é rico', nas categorias de base, o treinador fala sobre o título do Pernambucano

Robert Sarmento
Dorival Júnior, no momento, está sem clube, desde que saiu do Flamengo, no ano passado.
Dorival Júnior, no momento, está sem clube, desde que saiu do Flamengo, no ano passado.
Gilvan de Souza/Flamengo

Aos 57 anos de idade, Dorival Júnior é conhecido no futebol brasileiro, principalmente, pela experiência como treinador. Com mais de 15 anos de carreira, ele tem no currículo uma passagem em Pernambuco, no qual ganhou o campeonato estadual pelo Sport, em 2006. Atualmente, sem clube, desde a saída do Flamengo, no ano passado, o treinador conversou com repórter Antônio Gabriel e, entre os assuntos, mostrou que está atualizado sobre o futebol pernambucano e mencionou o trabalho nas categorias de base.

''Falei com o Gilmar Dall Pozo. O trabalho do Náutico é consciente e está de parabéns o presidente (Edno Melo). Foi uma luta que eu tive quando estava no Sport para que tivesse um CT e pudesse valorizar a base. Da mesma forma o Santa Cruz, o Central faz um belo trabalho e o Porto também. O futebol pernambucano é rico. Tem valores que impressionam. Isso tem que valorizar e as pessoas precisam acreditar, porque os resultados não acontecem do dia para a noite. Precisa de um tempo de desenvolvimento para maturação e correção para chegar aos resultados'', comentou Dorival Júnior.

Ouça a entrevista na íntegra

Em relação ao time de 2006, que venceu a final diante do Santa Cruz, nos pênaltis, o técnico mostrou gratidão ao elenco e lembrou que alguns jogadores da época fizeram história no Sport, dois anos depois, ao conquistar a Copa do Brasil. O time titular da final do Estadual foi o seguinte: Gustavo; Marcos Tamandaré, Cleber, Durval e Bruno; Hamilton, Everton, Wellington e Geraldo; Fumagalli e Anderson.

''Foi o processo inicial de uma equipe que praticamente permaneceu oito anos ganhando títulos e mantendo no mínimo cinco ou seis jogadores desse elenco. Eu observei em 2008 quando ganharam a Copa do Brasil que aquele time tinha oito jogadores desse grupo. Isso para o treinador é prazeroso. Eu acho que isso é motivo de satisfação é orgulho e essa equipe para mim marcou minha trajetória com profissional. Em 2005, nós tínhamos quatro jogadores no elenco, quando eu cheguei, e nós (técnico e diretoria) tivemos que ir atrás''., concluiu.


COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.