Apenas um empate separa o Náutico da classificação para o mata-mata

O timbu tem dois jogos para conquistar um ponto e passar de fase na Série C

NÁUTICO
Apenas um empate separa o Náutico da classificação para o mata-mata

Náutico bateu líder Sampaio Corrêa nos Aflitos na última segunda-feira. - Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Davi Saboya | Pedro Alves

Em franca ascensão na reta final da primeira fase da Série C do Campeonato Brasileiro, o Náutico vem fazendo do poderio dentro de casa o diferencial para obter a vaga nas quartas de final. Sobre o Sampaio Corrêa-MA, na segunda-feira, a equipe conquistou a terceira vitória seguida nos Aflitos, em duelo da 16ª rodada. Antes, já tinha batido o Treze e o Confiança-SE. Esses resultados deixaram o Timbu na vice-liderança da Terceirona, com 27 pontos, a um empate da classificação ao mata-mata.

À exceção da equipe de Campina Grande, na zona de rebaixamento, as demais vitórias do Timbu nas últimas rodadas, nos Aflitos, foram sobre times do G-4 da competição. O Sampaio Corrêa é o atual líder da Série C, com 30 pontos, enquanto o Confiança é o terceiro, com 25. Triunfos valorizados pelo técnico Gilmar Dal Pozzo na obtenção dos objetivos do grupo.

“São vitórias muito importantes, até para uma preparação à próxima fase. Depois, a gente precisa somar mais um ponto para classificar ainda matematicamente, né? Mas isso deixa a equipe bastante ‘cascuda’. E entender que é dessa forma. Eu acompanhei o Náutico perdendo o campeonato Estadual no primeiro jogo aqui contra o Sport, que montou uma estratégia muito forte de marcação e o Náutico teve dificuldade. Então, isso faz com que a equipe amadureça cada vez mais, aprenda a jogar em cima da adversidade, porque os grandes jogos vão ser dessa forma. Enfrentamos um adversário que é líder, tem 30 pontos, já esteve na Série A, que tem muita tradição dificuldade”, analisou o treinador.

Para sacramentar a classificação às quartas de final da Série C, o Náutico precisa garantir um ponto nas duas últimas rodadas da primeira fase. No sábado, o time de Conselheiro Rosa e Silva tem confronto direto contra o Botafogo-PB, no Almeidão. O Belo está em 5º, com os mesmos 24 pontos do Imperatriz, que é o 4º, mas perde no número de vitórias (7×6). Por fim, encara o Santa Cruz, no próximo dia 24, nos Aflitos.

No último jogo da primeira fase, estando o Náutico classificado ou não, a tendência é que os Aflitos mantenham a boa média de público apresentada nas últimas rodadas. Cerca de 10 mil torcedores têm comparecido ao estádio alvirrubro e Gilmar Dal Pozzo pede que esse apoio permaneça.

“Estabeleci três metas para esse grupo. A primeira era consolidar o trabalho, sobretudo em casa. Ainda oscilou nesse último jogo contra o Globo-RN, mas em casa, no meu comando a gente não perdeu ainda. A segunda etapa era resgatar o orgulho do nosso torcedor e a gente está conseguindo, e a terceira é ficar para a história desse clube com a classificação, acesso e título. Então, a gente só vai conseguir cravar e entrar para a história desse clube se tivermos nos Aflitos a nossa casa. O torcedor tem nos ajudado, está bonito de ver”, elogiou o técnico.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.