'Você não pode ser presidente de um clube e ter um filho (diretor) empresário de jogador', afimou Cisneiros

O ex-dirigente leonino falou sobre a contestada gestão de Arnaldo Barros

SPORT
'Você não pode ser presidente de um clube e ter um filho (diretor) empresário de jogador', afimou Cisneiros

O ex-presidente do Sport, Arnaldo Barros - Foto: Foto: Reprodução / Twitter @sportrecife

Rádio Jornal

A reunião do Conselho Deliberativo do Sport, realizada na noite desta terça-feira (14) ainda reverbera na Ilha do Retiro. O ex-diretor do clube rubro-negro, Geraldo Cisneiros, acusou Arnaldo Barros de se apropriar do dinheiro do clube, além de criticar o filho do ex-presidente por ocupar o cargo de diretor de futebol e ao mesmo ser empresário de quatro atletas que vestiam a camisa do time leonino.  

"Ele se apropriou do dinheiro. Ele se apropriou do dinheiro nosso, de sócio, de nós conselheiros, dos patrocinadores. Você não pode ser presidente de um clube e ter um filho, diretor de futebol, que é empresário de quatro jogadores. Você não pode ter isso. E o presidente tinha. Jogador que ganhava 20 mil reais em clube, veio pra cá ganhando 80 mil reais", ressaltou o dirigente.  

Ouça a declaração de Geraldo Cisneiros:  

  

ACIONAR MINISTÉRIO PÚBLICO

Diante do que foi exposto na reunião, os conselheiros presentes também aprovaram que o Conselho acione o Ministério Público para investigar as contas do Sport nos últimos anos. “Vamos encaminhar as informações, as conclusões do relatórios, a documentação comprobatória, para que o Ministério Público Estadual e Ministério Público Federal examinem se há, de fato, algum ilícito. O que houve aqui foi a identificação de umas situações anormais e que demandam uma maior identificação. Cabe o Ministério Público verificar com seus poderes investigativos, se há algum indício de que houve algo mais que uma gestão ruim e propor eventuais ações penais”, falou Ricardo Sá Leitão.

TAGS

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.