play_circle_outline
Super Manhã / Passando a limpo

Geraldo Freire

access_time

03:20

Consultório do Rádio Livre

Anne Barretto

access_time

04:00

Nossa Saudade

Tony Araújo

play_circle_outline
Super Manhã / Passando a limpo

Geraldo Freire

access_time

03:20

Consultório do Rádio Livre

Anne Barretto

access_time

04:00

Nossa Saudade

Tony Araújo

search close
Classificado

Ouça o gol da vitória do Náutico sobre o Botafogo-PB pela Série C

Com a vitória, o Náutico se classificou para as quartas de final da competição

Bastava o empate para o Náutico garantir presença na fase de mata-mata da Série C. Mas os alvirrubros foram além. Eficiente no primeiro tempo e eficaz na etapa final, o Timbu venceu o Botafogo-PB com autoridade. O placar de 1×0 encerrou um jejum de 18 anos sem bater o Belo em João Pessoa – última vitória havia sido em 2001, pela Copa do Nordeste – e ainda deixou o Náutico na liderança do Grupo A, graças ao critério de confronto direto contra o Sampaio Corrêa, que joga neste sábado.

Ouça o gol do Timbu na voz de Roberto Queiroz

A tabela de classificação e o fato do jogo acontecer em João Pessoa poderiam sugerir uma pressão do Botafogo-PB desde o início da partida, mas o que se viu em campo foi exatamente o contrário.

Mesmo na condição de visitante e dependendo de um empate para classificar, o Náutico controlou os primeiros 45 minutos quase por completo, sempre explorando o papel de pivô de Rafael Oliveira, mas principalmente as jogadas de qualidade de Thiago.

Até os primeiros vinte minutos,o Timbu teve três oportunidades de finalização clara, com Álvaro chutando em cima do goleiro do Belo na melhor delas, aos cinco, após ótima jogada de Thiago, que ainda serviu Matheus Carvalho com bom cruzamento aos 21. A cabeçada para o chão, como manda a ‘regra’, foi salva por mais um milagre de Saulo.

Aos donos da casa, travados na marcação, restavam as tentativas de jogada direta e de cavar faltas próximo à grande área, apostando na característica de Marcos Aurélio. Mas a única chance de perigo dos alvinegros saiu de chute à longa distância de Clayton para fora.

 

SEGUNDO TEMPO

Mudando de estratégia, Evaristo Piza sacou Marcos Aurélio e apostou na velocidade de Elvinho. Surtiu efeito e o Botafogo-PB se lançou mais ao ataque, equilibrando as ações do jogo. Reativo, o Náutico buscava Hereda e Thiago nas melhores oportunidades.
A partida se tornou mais dura nas jogadas disputadas e mais cartões foram distribuídos. Melhor para o Belo, que explorou as cobranças, levando perigo aos onze minutos, com Serginho. Jefferson salvou.

Sofrendo mais riscos, o Náutico foi letal aos 18. Em cobrança de lateral para a área, a bola quicou entre os dois zagueiros do time paraibano e Álvaro antecipou, com uma cabeçada certeira para abrir o placar.

Dal Pozzo, então, para garantir o resultado, reforçou o sistema defensivo e contou com boa atuação de Jefferson para defender os chutes de longa distância do Belo. Melhor para o timbu, classificado e de jejum encerrado.

FICHA DO JOGO

Botafogo-PB 0

Saulo; Neilson, Donato, Fred (Willian Goiano) e Fabio Alves; Serginho (Nando), Juninho e Marcos Aurélio (Elvinho); Clayton Kelvin e Felipe Alves. Técnico: Evaristo Piza.

Náutico 1

Jefferson; Hereda, Diego Silva, Camutanga e Erick Daltro; Josa, Jhonnatann (Fernando Lombardi) e Matheus Carvalho (Wagninho); Thiago, Álvaro e Rafael Oliveira (Wallace Pernambucano). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Local: Estádio Almeidão, João Pessoa-PB. Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP). Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Luiz Alberto Andrini Nogueira (ambos de SP). Gol: Álvaro (18 do 2°T). Cartões Amarelos: Kelvin e Fábio (B); Camutanga, Rafael Oliveira e Matheus Carvalho (N). Cartão Vermelho: Fábio Alves.

 


COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.