Bons resultados fora de casa credenciam o Náutico contra o Paysandu

O primeiro jogo das quartas de final da Série C será realizado no estádio Mangueirão

NÁUTICO
Bons resultados fora de casa credenciam o Náutico contra o Paysandu

Jogadores festejaram a vitória sobre o Botafogo-PB. - Foto: Léo Lemos / Náutico

Fernando Castro

Em meio à preparação para o primeiro jogo das quartas de final da Série C, contra o Paysandu, neste domingo, no estádio Mangueirão, em Belém do Pará, o Náutico se apega ao bom desempenho fora de casa para conseguir trazer um resultado positivo para o Recife. Sob o comando do técnico Gilmar Dal Pozzo, o time alvirrubro conquistou quatro vitórias em oito jogos longe do estádio dos Aflitos: contra o Treze, Sampaio Corrêa, Ferroviário e Botafogo-PB.

De acordo com o elenco alvirrubro, os bons resultados conquistados fora de Pernambuco se deve a postura adotada pelo time. “Procuramos não só se defender em jogos fora de casa, agredimos o adversário também, isso é um ponto forte da nossa equipe. Temos um time rápido na frente, jogadores com qualidade e vamos colocar a bola no chão para jogar, não vai ser diferente. Temos que ter foco, concentração, pois não temos tempo para errar”, comentou o lateral-esquerdo Wilian Simões.

Presente em duas das quatro vitórias fora de casa,  Wilian Simões deve retornar ao time titular do Náutico contra o Paysandu. De acordo com o jogador, o elenco do Náutico está ciente que o acesso à Série B se passa também pelo primeiro jogo do mata-mata. “A gente está bem concentrado para esse primeiro jogo, estamos conversando bastante, porque sabemos que o jogo de ida pode definir o acesso para a Série B do ano que vem. Temos que ter foco, se uma equipe vacilar pode ser determinante”, disse.

Na temporada, ainda sob o comando de Márcio Goiano, o Náutico também conseguiu resultados significativos fora de casa. Foi assim que o time alvirrubro se classificou às semifinais da Copa do Nordeste em pleno Castelão, ao bater o Ceará. Na final do Campeonato Pernambucano, o Timbu até chegou a vencer o Sport na Ilha do Retiro, mas acabou perdendo o bicampeonato na disputa por pênaltis.

Somado ao bom desempenho fora de casa no ano, o Náutico vai enfrentar um adversário que tem se complicado como mandante na Série C. Em nove jogos no Mangueirão, o Paysandu venceu apenas a Tombense e o rebaixado Atlético-AC. Foram seis empates e uma derrota dentro de casa. Apesar disso, os atletas alvirrubros pregam respeito pelo time paraense, principalmente pelo fato da competição se tornar mata-mata.

“É um jogo totalmente diferente, então não podemos se a pegar a essa situação. A gente sabe que eles não vêm vencendo dentro de casa, mas agora é outro campeonato, vira totalmente a chave. Com certeza eles vão vir com uma postura diferente, temos que explorar bastante o ponto fraco deles. Vamos concentrar para poder voltar de lá com o resultado positivo”, destacou Simões.

Confrontos fora de casa

Treze 0x1 Náutico – 18/05

Confiança 1×1 Náutico – 25/05

Sampaio Corrêa 0x2 Náutico – 10/06

Santa Cruz 1×0 Náutico – 22/06

Imperatriz 2×0 Náutico – 08/07

Ferroviário 0x1 Náutico – 15/07

Globo-RN 2×0 Náutico – 05/08

Botafogo-PB 0x1 Náutico – 17/08

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.