Enterro de ator assassinado desperta emoção e revolta


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 05/03/2012 às 10:42
Leitura:
Do Redator de Plantão Erton Kleiton Cabral dos Santos, 25 anos, foi assassinado com facadas nas costas e na cabeça na noite da última sexta-feira (02), na casa onde morava, no centro da cidade. A residência, na Rua São Julião, foi encontrada com sangue espalhado por todos os cômodos, além de marcas na calçada. O jovem também era estudante universitário e havia sido aprovado no mestrado. Centenas de amigos e parentes acompanharam o sepultamento do rapaz no cemitério do Alto do Moura, na manhã deste domingo (04). De acordo com a polícia, o suspeito de cometer o crime é o ex-presidiário e viciado em crack Carlos Henrique Dantas. Ele foi visto por moradores do local saindo da casa da vítima com um notebook e as roupas sujas de sangue. Testemunhas contaram à polícia que os dois teriam um relacionamento amoroso, mas a família do estudante de pedagogia nega tudo. A brutalidade do crime chocou a comunidade artística e os amigos de Erton, que publicaram palavras de conforto nas redes sociais. A cientista política e amiga da família, Ana aria Barros, diz que o jovem não tinha problemas com ninguém e era uma boa pessoa. O ator Severino Florêncio lembra que a população precisa refletir sobre a impunidade existente hoje. A polícia acredita que o autor do crime teria tentado atrapalhar a investigação, já que o corpo da vítima foi encontrado no chuveiro. O delegado responsável pelo caso, Diogo Melo, afirma que ainda não tem pistas de Carlos Henrique Dantas. Informações sobre o suspeito devem ser repassadas ao Disk Denúncia Agreste. Ligue para 3719.4545.

Mais Lidas