Teste de DNA confirma que criança que vivia com canibais de Garanhuns é filha de uma das vítimas


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 16/05/2012 às 14:41
Leitura:
Da Rádio Jornal Garanhuns Foi divulgado na manhã desta quarta-feira (16) o resultado do teste de DNA da criança que vivia com trio de canibais preso no município de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. De acordo com o exame, a menina de cinco anos é filha de uma das vítimas do trio, Jéssica Camila da Silva Pereira, de 17 anos. A informação inicial era de que a criança seria filha do casal preso, Isabel Cristina e Jorge Negromonte. Em seguida surgiu a informação de que a mãe da menina seria Jéssica, uma das vítimas, cujos documentos eram utilizados por Bruna Cristina de Oliveira, comparsa do casal. O repórter Eduardo Peixoto, da Rádio Jornal Garanhuns conversou com o sr. Manuel, que confirmou ser avô da criança, pai de Jéssica. Ouça a entrevista na reportagem abaixo e saiba mais sobre o caso: A criança passará agora por um processo de adaptação psicológica no qual ela ficará no conselho tutelar do Recife e aos poucos deve se adaptar à convivência com a família, que receberá a guarda. LEIA TAMBÉM: - Polícia acredita que trio acusado de esquartejar mulheres podem ter cometido outros crimes - Polícia tem acesso a mais dois livros escritos por homem que comia carne humana em Garanhuns - Trio que matou e esquartejou mulheres usou carne humana em lanches, vendidos em Garanhuns

Mais Lidas