Bebê pode ficar com sequelas após chegar à emergência com oito fraturas

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 17/08/2012 às 11:16
A polícia ainda investiga o caso de espancamento em Garanhuns, onde uma criança de 1 ano e 1 mês deu entrada no Hospital Regional do Moura com oito fraturas. O acusado é o pai da criança, que passou 2 horas com ele naquele dia. A mãe, de apenas 16 anos, informou que ele sofreu apenas uma queda. A criança tem fraturas graves no fêmur, ombro e braços, e pode ter sequelas. O suspeito, pai da criança, é conhecido por Genilson e ainda está foragido. Ele é acusado também de cometer estupros na região. Informações com Eduardo Peixoto: Leia mais: > Criança de um ano pode ter sido espancada pelo namorado da mãe