Liminar suspende obras em terreno de lixão em Riacho das Almas


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 05/04/2013 às 10:11
Leitura:
Da Rádio Jornal O terreno no bairro Celestino Ferreira fazia parte de um lixão que funcionou durante 30 anos. A doação dos lotes foi feita em dezembro pela gestão anterior. A polêmica começou quando a Secretaria de Administração da cidade detectou que o terreno é insalubre e representa risco. As obras do local foram suspensas e caso a medida seja desrespeitada, será aplicada uma multa de R$ 1 mil por dia. Saiba dos detalhes na reportagem de Andressa Aguiar, da Rádio Jornal Caruaru.

Mais Lidas