Moradores defecam em reservatórios e roubam água em Tabira

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 30/10/2013 às 11:00
Leitura:
Da Rádio Jornal O novo sistema de abastecimento implantado pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) na cidade de Tabira, Sertão do Estado, ainda não conseguiu solucionar os transtornos causados pela falta de água. O sistema foi implantado após o colapso da Barragem de Brotas. No bairro de Fátima II, por exemplo, os moradores reclamam que passaram 60 dias sem água. Situação parecida enfrenta o bairro de Fátima I; a população chegou a passar 30 dias sem abastecimento. A irregularidade do recebimento de água é outra dificuldade. 1 Foto: Reprodução / Internet Além disso, há falta de consciência por parte de alguns moradores que consomem toda a água dos reservatórios deixando os demais consumidores sem abastecimento. Outros chegaram, inclusive, a comercializar a água adquirida. Para piorar ainda mais a situação, um carro pipa que abasteceria o bairro de João Cordeiro não pode distribuir a água por que foi constatado que alguém teria defecado no reservatório. Ouça o flash do repórter de Anchieta Santos:

Mais Lidas