Após protesto de populares, polícia prende suspeitos de matar deficiente em Caruaru


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 06/11/2013 às 10:24
Leitura:
Da Rádio Jornal Caruaru Os moradores do sítio Muricí, que fica na zona rural de Caruaru, fizeram uma manifestação nessa terça-feira (05), em frente à Delegacia Regional de Caruaru, por conta da liberação dos suspeitos de matar o deficiente mental Ivanildo Batista dos Santos, de 37 anos, no último final de semana. Ivanildo Batista, tinha 36 anos e morreu no hospital Ivanildo Batista, tinha 37 anos e morreu no hospital. Foto: .tvreplay.com.br Valmir da Silva Santos, de 22 anos, Maciel Tavares da Silva, de 19 anos, Alexandro da Silva Santos, de 19 anos, e um menor de idade confessaram o crime, mas foram liberados pela del de plantão, por entender que as prisões não caracterizaram flagrante, por nao haver perseguição. Ainda no final da tarde da terça-feira, o delegado regional Neemias Falcão deu seguimento às investigações e prendeu todos os suspeitos. A repórter Michele Veloso, da Rádio Jornal Caruaru conta o caso na reportagem a seguir: Além de ser espancado, o deficiente teve um pedaço de madeira introduzido no ânus.

Mais Lidas