Justiça Eleitoral diploma Fernando Filho como novo prefeito de Petrolina


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 21/11/2013 às 9:00
Leitura:
Da Rádio Jornal A Justiça Eleitoral diplomou na noite da última quarta-feira (20) Fernando Filho (PSB) como prefeito de Petrolina, cidade do Sertão do Estado, e Gennedy Patriota (PTB) como vice. A diplomação aconteceu após a decisão da ministra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Laurita Vaz, de negar o pedido de cautelar impetrado pelo prefeito cassado Júlio Lóssio (PMDB). 3 Gennedy Patriota e Fernando Filho durante a campanha eleitoral de 2012 (Foto: Reprodução / Internet) O recurso de Lóssio é contra o acórdão do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE) que determinou a cassação de seu mandato no dia 27 de agosto por abuso de poder político e econômico. De acordo com o TRE, o ex-gestor teria praticado o abuso durante a campanha eleitoral de 2012, quando se reelegeu. Diante do impasse, o segundo colocado nas eleições, Fernando Filho, deve assumir o cargo. Após a diplomação, Fernando Filho falou à Rádio Jornal Petrolina a respeito de sua satisfação pelo ato e sobre os desafios que estão por vir. "Tenho consciência de que é uma decisão que ainda vai ao Tribunal Superior Eleitoral, mas como nós sempre dissemos, aqui em Petrolina e em Recife, continuamos afirmando os nossos direitos. As provas foram apresentadas à justiça e a justiça está tendo a oportunidade de se manifestar", declarou. Quando questionado sobre a mensagem que deixaria para os eleitores de Lóssio, Fernando Filho afirmou que Petrolina vai encontrar um novo prefeito disposto a trabalhar para toda a cidade independente de posição política partidária. "Eu vou querer contar com o apoio de todos que queiram ajudar Petrolina", disse. A posse do novo prefeito acontece no dia 27 deste mês. A data foi definida na tarde da última quarta após uma reunião entre Fernando Filho e o prefeito interino Osório Siqueira (PSB).  Até lá Filho deve ir à Brasília renunciar o seu mandato como deputado federal e se despedir da Câmara. Ouça o flash do repórter Marco Aurélio:

Mais Lidas