Presos suspeitos de atear fogo e matar morador de rua em Caruaru


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 28/11/2013 às 18:30
Leitura:
Da Rádio Jornal

Foram presos na manhã desta quinta-feira (28) os suspeitos de atear fogo e matar morador de rua em Caruaru, no Agreste, conhecido por Adalto, de aproximadamente 50 anos, no final da noite desta quarta-feira (27), no bairro Caiucá.

Os envolvidos no crime são um adolescente de 15 anos e o jovem Bruno Martiniano Maciel da Silva, de 21 anos, que confessou ter matado o morador de rua. Bruno Martiniano já foi preso por tráfico de drogas e morava perto do local onde a vítima costumava dormir.

Bruno passou perto da calçada onde estava Adalto, quando retornava para casa, vindo de um bar. Ele disse à polícia que antes de atear fogo contra a vítima, chegou a discutir com o andarilho, que estava acordado e se assustou quando viu Bruno passar perto dele. Depois da discussão, o suspeito saiu para comprar gasolina num posto de combustíveis e na volta jogou o líquido contra Adalto, que estava em acordado, e em seguida riscou um fósforo e jogou no morador de rua.

No depoimento, Bruno nega a participação do adolescente no crime. Ele se defende dizendo que matou por vingança. A captura dos suspeitos foi feita em conjunto da Polícia Civil e Militar coordenada pelo tenente Aragão.

Após a prisão, eles foram encaminhados para Delegacia Regional, onde o adolescente infrator continua detido prestando depoimento, Bruno Martiniano foi encaminhado ao presídio Juíz Plácido de Souza, em Caruaru.

A repórter Michelle Veloso, da Rádio Jornal Caruaru, traz mais detalhes na matéria:


Mais Lidas