Reunião na câmara de vereadores de Caruaru termina em gritaria


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 04/12/2013 às 18:53
Leitura:
Da Rádio Jornal Caruaru

A sessão plenária seguia normalmente na noite de terça-feira (3), em Caruaru, mas quando chegou o momento de votar os projetos mais polêmicos a base da oposição interrompeu a sessão por 10 minutos. Na volta, o presidente da câmara, Leonardo Chaves, iniciou a sessão sem a maioria destes vereadores. Foi o suficiente para alterar o ânimo dos parlamentares. O presidente se defendeu dizendo que não infringiu o regulamento interno.

No início da sessão plenária, estava prevista a votação de 23 projetos do executivo. Na discussão, os vereadores da oposição chegaram a ameaçar que se fossem colocados em plenário iriam rejeitar, por isso o presidente da câmara decidiu retirar os projetos mais polêmicos, como o do financiamento junto ao BNDS e o da reforma administrativa.

O vereador da oposição, Joseval Lima, que foi um dos parlamentares que se retirou da sessão para analisar alguns desses projetos junto com outros vereadores, disse que ao chegar na plenária o primeiro vereador e outros parlamentares ainda faltavam chegar, e o vereador Ricardo Liberato já fazia o pedido de regime de urgência. Ele analisa a atitude como algo armado.

A expectativa é que os outros projetos sejam votados até a próxima reunião, que acontece nesta quinta-feira (5).

A repórter Michelle Veloso, da Rádio Jornal Caruaru, traz esses detalhes:

Mais Lidas