Cidades interioranas prestam homenagens à ex-governador e presidenciável, Eduardo Campos


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 14/08/2014 às 16:57
Leitura:
Da Rádio Jornal Foto: Arquivo / Rádio Jornal Foto: Arquivo / Rádio Jornal A tragédia que culminou na morte do ex-governador de Pernambuco e presidenciável, Eduardo Campos (PSB), despertou grande comoção nacional. A presidente da República, Dilma Rouseff, decretou luto oficial de três dias em todo o território brasileiro e, dessa forma, várias atividades foram suspensas, inclusive no interior pernambucano. Em Garanhuns, no Agreste do Estado, a população ficou triste e assustada com as coincidências do desastre. Eduardo Campos esteve na cidade na última sexta-feira (8), por volta das 19h, em cumprimento da agenda de campanha. O mesmo aconteceu com Ariano Suassuna, que esteve no Festival de Inverno numa sexta e também veio a falecer com cerca de uma semana depois. Outras informações com o repórter Eduardo Peixoto: Com a situação, o prefeito de Araripina, Alexandre Arraes, extendeu o luto de três para sete dias consecutivos, seguindo o proposto pelo Governo do Estado. Campos, esteve pela última vez na cidade do Agreste no sábado (9), quando usava o mesmo avião do acidente. Saiba outras informações com o repórter Roberto Gonçalves: Já as prefeituras e câmaras de vereadores da Mata Norte de Pernambuco, decretaram o luto de três dias. Caravanas são organizadas para que seja prestada a última homenagem ao político durante o velório no Recife. Outras informações com o repórter Ramos Siva: Em Petrolina, o luto oficial é de cinco dias e o prefeito, Júlio Lóssio, declarou em nota oficial o pesar pela morte precoce de Eduardo Campos que, antes de tudo, era esposo e pai de família. Outras informações com o repórter Marco Aurélio: Em Limoeiro, também no Agreste, todas as atividades da coligação federal e estadual foram interrompidas por conta da morte do ex-governador e candidato à presidência do Brasil, Eduardo Campos. O luto decretado foi de três dias. Outras informações com o repórter Carlos Alfeu: O prefeito de Pesqueira e presidente do PSB local, Evandro Chacon, decretou luto de três dias na cidade. Ele está no Recife e aguarda a programação de sepultamento de Eduardo Campos para autorizar a liberação de ônibus para os pesqueirenses que ir ao enterro. Outars informações com o repórter Givanildo Silva:

Mais Lidas